Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Exclusivo

Repórter e apresentador Cassio Barco se despede da Globo após 11 anos e investe em produtora

Jornalista cobriu Copa do Mundo e Olimpíada e comandou o Globo Esporte

Publicado em 01/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O repórter e apresentador Cassio Barco está se despedindo da Globo. Após 11 anos, o jornalista esportivo deixa a emissora para se dedicar à sua produtora audiovisual. No período, cobriu Copa do Mundo, Jogos Olímpicos e finais de Champions League, além de ter apresentado o Globo Esporte entre 2017 e 2019. Em seu último trabalho, comandava as lives do Central do GE.

A coluna apurou que a saída de Cassio Barco foi amigável, em comum acordo com a alta cúpula do canal. O jornalista assinou a rescisão contratual na manhã desta sexta-feira (1°).

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Barco formou-se em jornalismo em 2008, e começou no audiovisual já no futebol, no canal do Santos. Chamou a atenção da chefia da Globo, que, em 2011, o contratou para produzir vídeos para o site de esportes da emissora. Cobriu a Copa América e viajou ao Japão para acompanhar o encontro de Neymar e Messi na final do Mundial de Clubes entre Santos e Barcelona.

O jornalista ganhou espaço na TV e, em 2012, trabalhou na campanha do Corinthians na Copa Libertadores da América. No ano seguinte, seguiu o caminho de Neymar e tornou-se correspondente em Barcelona, na Espanha. Na Europa, cobriu três finais consecutivas de Champions League, em 2013, 2014 e 2015 (esta com o craque brasileiro marcando o gol do título).

De volta ao Brasil, integrou o time da Globo nos Jogos Olímpicos de 2016 e esteve à frente do programa Play Rio. Em 2017, no seu melhor momento na emissora, estreou como apresentador do Globo Esporte em São Paulo. Também entrou para o rodízio dos blocos esportivos dos telejornais Hora 1, onde formou uma divertida parceria com Monalisa Perrone, e Bom Dia SP.

Em 2018, viajou à Rússia para cobrir a Copa do Mundo, semanas depois do nascimento de seu primeiro filho, Marvin. Espontâneo e brincalhão, Cassio Barco imprimiu sua marca no jornalismo esportivo da Globo e o aproximou da linguagem do entretenimento em reportagens como a da criação da música “O Palmeiras não tem Mundial” e a do “chip do Deyverson”.

Cassio Barco também ficou conhecido por memes involuntários, como na “guerra de álcool gel” na redação da Globo com Cartolouco. A brincadeira vazou em uma transmissão ao vivo do Sportv, mas o repórter reverteu a cena bizarra em uma campanha de conscientização contra o coronavírus.

Desde 2020, Cassio Barco se dedicava ao conteúdo digital da Globo, como as transmissões ao vivo no site esportivo e no canal do YouTube. Desenvolveu a Central do Mercado, atração que atualiza o vaivém de contratações e demissões dos clubes de futebol. Paralelamente, trabalhou como diretor e produtor em eventos e para artistas como o rapper Projota, inclusive durante o BBB 21.

A última aparição de Barco como jornalista da Globo foi na última quinta-feira (31), na Central do GE. A partir de agora, ele se dedicará à produtora audiovisual Blue Boat e outros projetos.

Cassio Barco publicou um vídeo de despedida da Globo em sua rede social. Assista:

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....