Relembrada pelo Fantástico, Eva Byte brinca com “prima” Lu e diz se topa voltar à Globo

Apresentadora virtual foi interpretada por Helen Britto entre 2004 e 2009

Publicado em 21/09/2021 20:29
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Fantástico do último domingo (19), especial pelas 2.500 edições, resgatou uma das apresentadoras mais inusitadas de sua história: Eva Byte. A boneca virtual, criada em 2004 pela Globo, chamou a atenção por se transformar conforme as reportagens que anunciava, porém perdeu espaço e saiu do ar, sem adeus, em 2009. A personagem é lembrada até hoje pela semelhança com jornalistas como Sandra Annenberg, Gloria Vanique e Renata Lo Prete, além da assistente virtual Lu, da rede de varejo Magazine Luiza.

A repercussão de Eva Byte surpreendeu a intérprete da boneca, Helen Britto. Jornalista e professora universitária, ela emprestou sua voz e seus movimentos para o departamento de arte da emissora produzir as animações. Tecnologia muito diferente da atual. No Fantástico, o repórter Murilo Salviano entrevistou GaB, apresentadora de eSports feita exclusivamente com inteligência artificial, e comentou que ela se parecia com a ex-integrante virtual do programa. Descontraída, a personagem chamou Eva de “tia”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Um amigo até brincou: ‘Chamaram você de tia!’”, comenta Helen Britto, aos risos, em entrevista exclusiva à coluna. Para dar o troco, ela diz que não achou os movimentos de GaB tão naturais quanto os de sua boneca: “Achei muito aquém da tecnologia que temos à mão e até do que fizemos lá atrás. Minha filha de 11 anos joga videogame e comentou: ‘Nossa, os bonequinhos do The Sims são melhores!’”.

Alfinetadas bem-humoradas à parte, Helen adorou ver seu trabalho novamente reconhecido. A Globo escalou para o projeto cerca de 15 profissionais liderados por Alexandre Arrabal, responsável pelo departamento de Artes do jornalismo da casa. Atualmente, muitos jovens que não viram Eva Byte no Fantástico se impressionam com a iniciativa até então inédita na TV, incluindo a filha caçula da intérprete da boneca.

“Alguns pais e mães sabem, descobriram lendo minha entrevista para você em 2016, e falaram para as crianças. Minha filha chegou da escola e me perguntou se era verdade. Ela achou o máximo! Alguns colegas dela são uns figuras, me ligam para eu fazer a voz”, comenta.

Curiosamente, no mesmo ano em que Eva Byte saiu do ar (2009), surgiu Lu, que virou celebridade nos últimos anos graças ações de marketing bem-sucedidas do Magazine Luiza, “humanizando” ao máximo a assistente virtual e criando para ela uma rotina semelhante ao de uma pessoa de verdade.

Especulações não faltam nas redes sociais a respeito de Eva Byte e Lu. Elas são a mesma pessoa? São irmãs? Helen Britto se diverte com as comparações e decidiu criar seu próprio parentesco com a garota-propaganda da rede varejista.

“Quando vi as duas, não pensei outra coisa. Se a boneca nova que apareceu no Fantástico chamou a Eva de ‘tia’, então a Lu do Magalu é uma prima de outro estado… mas minha historinha termina aí”, brinca a jornalista. “Entrei no Instagram da Lu e achei uma sacada sensacional de criar uma personalidade para ela, como na época criamos para a Eva”, compara.

Atualmente com 52 anos, Helen Britto é professora na UFF (Universidade Federal Fluminense) e está concluindo seu doutorado. Paralelamente, trabalhou na rádio Antena 1 e mantinha um podcast sobre turismo até o início da pandemia, que deverá voltar a ser produzido ainda este ano.

Longe da TV, ela se orgulha de ter sido apresentadora do Fantástico e diz que topa reviver a boneca na Globo, embora reconheça ser pouco provável o retorno da personagem: “Hoje, para juntar aqueles profissionais, teria que ser um megaprojeto, Eva Byte com toda a família (risos). Acho que não vai acontecer, a não ser para um projeto pontual, para relembrar”.

A jornalista e professora Helen Britto, intérprete de Eva Byte, apresentadora virtual do Fantástico (Arquivo pessoal/Helen Britto)

“Eu fico muito feliz, foi uma surpresa, realmente não esperava. É muito gratificante quando você percebe que seu trabalho deixou alguma marca e que houve algum impacto positivo na vida das pessoas. Sou muito grata pelo carinho e pelo acompanhamento do trabalho, porque realmente foi feito com muita dedicação. É algo que trago até hoje e, espero, por muitos anos. Se servir como inspiração para profissionais e para o próprio avanço da comunicação, fico ainda mais feliz. Só tenho a agradecer.”

Helen Britto

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio