Promovida a apresentadora, Gabriela Ribeiro recebe elogios e quebra tabu na Globo

Em alta na emissora, jornalista integra o time de plantonistas do Globo Esporte

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A repórter Gabriela Ribeiro é a nova apresentadora do Globo Esporte. A partir deste sábado (13), a jornalista passa a integrar o rodízio de substitutos de Felipe Andreoli em São Paulo. A promoção da jornalista marca a expansão feminina na programação esportiva da emissora e o fim de um jejum incômodo: há mais de seis anos, a edição paulista da atração não era comandada por uma mulher.

Em alta na Globo, a jornalista de 28 anos vive seu melhor momento profissional desde que trocou a RPC, afiliada da emissora no Paraná, pela sede paulista, em 2019. Há duas semanas, assinou sua primeira reportagem para o Jornal Nacional. A coluna apurou que Gabriela tem recebido muitos elogios da chefia e é considerada grande aposta para alçar voos maiores além da reportagem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Gabriela, que já participava de jogos exibidos nos canais pagos SporTV e Premiere, estreou em transmissões na TV aberta em janeiro deste ano, na partida entre Red Bull Bragantino e São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. A “prova de fogo” veio na última rodada, em que foi escalada para trabalhar pelo SporTV no jogo que rendeu o título nacional ao Flamengo.

Para o alto comando do Globo Esporte em São Paulo, a promoção de Gabriela Ribeiro premia sua ótima fase na emissora. A repórter, que já tinha experiência como apresentadora no Paraná, vinha sendo preparada para o cargo nas últimas semanas e realizou ensaios no estúdio da atração.

Felipe Andreoli anunciou a estreia da colega no encerramento do programa da última sexta-feira e a parabenizou em sua rede social. “Vai ser muito bom ter uma mulher de volta à apresentação do Globo Esporte, e a Gabi vai arrebentar. Está muito bem-vinda e representada”, disse Andreoli, reconhecendo o longo período do programa comandado apenas por homens.

Nos últimos seis anos sem mulheres no Globo Esporte em São Paulo, a Globo perdeu suas principais apresentadoras. Fernanda Gentil, que substituiu Tiago Leifert de setembro a dezembro de 2014, migrou para o entrenimento. Cris Dias e Glenda Kozlowski saíram da emissora.

Gabriela Ribeiro dividirá o Globo Esporte de São Paulo aos finais de semana com Felipe Andreoli, Caio Maciel e Felipe Diniz. A jornalista ocupará o lugar de Thiago Oliveira, que estreará como apresentador da nova edição paulista do Esporte Espetacular.

Antes de ser transferido para a atração dominical, Thiago estava escalado para o Globo Esporte na semana do Dia Internacional da Mulher. A coincidência torna a promoção da repórter ainda mais especial, já que nos últimos dois anos a Globo tem ampliado a presença feminina na programação esportiva.

A primeira narradora do grupo, Renata Silveira, estreou no SporTV na partida entre Moto Club e Botafogo, pela Copa do Brasil, na última quarta-feira. A jornalista Renata Mendonça e a ex-árbitra Nadine Basttos foram efetivadas como comentaristas ao lado de Ana Thaís Matos, presente nas transmissões da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Karine Alves, titular do Troca de Passes (SporTV), estreou no Globo Esporte do Rio de Janeiro em setembro de 2020 e comandou o Esporte Espetacular no último mês, como substituta de Bárbara Coelho.

Gabriela Ribeiro segue como repórter do Globo Esporte em São Paulo, ao lado de Denise Thomaz Bastos, Fabíola Andrade, Joanna de Assis e Lívia Laranjeira.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio