Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Exagerou?

Para Luciano Huck, programa de Rodrigo Faro é “morno” e Eliana é vista por pobres

Globo revela bastidores da própria emissora no documentário Domingão com Huck: A História da História

Publicado em 04/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“Vou te demitir, meu! Quer fazer documentário e fica gravando o que não pode!”, advertiu Luciano Huck ao cinegrafista do documentário Domingão com Huck: A História da História, disponível no Globoplay. A bronca não surtiu efeito, e o material mostrou mais do que deveria, como brigas internas e uma avaliação nada educada da concorrência durante a preparação da estreia do apresentador nos domingos da Globo, no lugar de Faustão.

Em uma das reuniões, a imagem mostra a tela de um computador com um documento de planejamento, material absolutamente sigiloso que serve para traçar estratégias de programação e conteúdo. Entre os dados secretos, o espectador do documentário descobre que 43% do público do Caldeirão do Huck, aos sábados, assistia ao Domingão do Faustão.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

LEIA MAIS TEXTOS DESTE COLUNISTA

BBB 22: Sofá vai eliminar Jade Picon pelos motivos que o Twitter quer salvá-la
Cansada de esperar promoção, repórter da Record muda de estado para ser apresentadora
Vinte anos depois, professor que errou pergunta do milhão no SBT quer voltar à TV

No item “Concorrência no Domingo”, a equipe do Domingão com Huck descreve os programas de Eliana e Rodrigo Faro. Para o time global, as atrações de SBT e Record estão “no pior momento” em relação à audiência e o verdadeiro concorrente é o “NI” (sigla para “Não Identificável”, que significa conteúdos fora das TVs aberta e paga; por exemplo, as plataformas de streaming).

Ao classificar a audiência de Eliana, predominantemente feminina e das classes C, D e E, faltou sutileza à produção do Domingão, escrevendo no planejamento que a apresentadora era vista por “mulheres pobres com mais de 35 anos”. Sobre o Hora do Faro, a equipe de Huck avaliou o programa como “morno”.

Abaixo, o Caldeirão é descrito como “líder absoluto no sábado à tarde”, mas a audiência “vem caindo nos últimos três anos”. Segundo o arquivo, estas palavras e expressões definem Luciano Huck para o público: “família”, “conectado”, “causas sociais”, “carismático”, “verdade”, “humildade”, “humano” e “sério e profissional”.

O documentário ainda mostra a reação da família de Luciano Huck e Angélica com a assinatura do novo contrato do apresentador aos domingos. Eva, filha do casal, recomendou ao pai que permanecesse aos sábados. Reuniões quentes entre o novo titular do Domingão e o diretor Hélio Vargas também foram registradas, em que Huck ameaçou não estrear em 5 de setembro se fosse visto pela Globo como “tapa-buraco” de Faustão.

Planejamento secreto do Domingão com Huck é revelado no documentário Domingão com Huck: A História da História (Reprodução/Globoplay)
Luciano Huck discute com o diretor Hélio Vargas em trecho do documentário Domingão com Huck: A História da História (Reprodução/Globoplay)

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....