Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Exclusivo

Marília Mendonça deu música de graça para Dani Boy, o Guguzinho: “Presente para mim”

Cantora ajudou ex-astro mirim da TV a retomar carreira com composição inédita; ouça Avenida Paulista

Publicado em 08/11/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Marília Mendonça, vítima de um acidente aéreo na última sexta-feira (5), era conhecida no meio artístico por sua generosidade com cantores de menor expressão. Quem sentiu de perto a humildade da estrela sertaneja foi Dani Boy, conhecido em todo o Brasil como Guguzinho, sósia mirim do Gugu Liberato no final dos anos 90, no SBT. Em 2015, na retomada de sua carreira musical, foi presenteado pela intérprete de Infiel com uma composição inédita.

Em entrevista exclusiva, Dani Boy relembra os detalhes da “negociação”, entre aspas mesmo. Marília, então consagrada como compositora de Até Você Voltar (Henrique & Juliano), Calma (Jorge & Mateus) e É Com Ela Que Eu Estou (Cristiano Araújo), tinha acabado de lançar seu primeiro trabalho como cantora, mas não quis saber de dinheiro e deu a letra da música Avenida Paulista de graça para o cantor.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“Ela nem sugeriu pagamento, falou de cara: ‘Não, pode gravar!’, e é uma música que eles tinham acabado de fazer, nunca foi mostrada para ninguém, o que mostra que realmente foi um presente para mim”, conta Dani Boy à coluna. Na época, ele estava montando o repertório de seu segundo álbum sertanejo e tentava deslanchar a carreira após ter deixado a TV, em 2002.

Dani Boy com Michel Alves, um dos compositores de Avenida Paulista; à direita, Michel com Luiz Henrique Paloni e Marília Mendonça em 2013 (Montagem/Reprodução/Instagram)

Avenida Paulista conta a história de um rapaz que não superou a ex e recordou o início do romance, quando conheceu a amada na via mais famosa de São Paulo. A cantora assina a composição com Luiz Henrique Paloni e Michel Alves, que ofereceu a música ao amigo Dani Boy. Arrepiado, o ex-Guguzinho, hoje com 28 anos, lembra sua reação ao receber o primeiro áudio da canção com a voz de Marília Mendonça.

“O primeiro impacto foi ouvi-la cantando, o sentimento: ‘Caramba, que música é essa? Põe de novo para eu ouvir!’. Depois, prestei mais atenção na letra e na melodia. Foi paixão à primeira vista. Nós, compositores, costumamos dizer que cada música nasceu para um artista. Michel era muito amigo da Marília, ligou para ela e deu a cara a tapa: ‘É um amigo meu, um projeto do qual gosto, coisa minha’. Ela de imediato comprou a ideia, pegou uma música que poderia ser um tesouro nas mãos dela e me deu de presente para gravar! Sempre encarei como um presente. Nos shows, sempre conto essa história. É uma recordação que vou ter para sempre, porque é uma música muito importante na retomada da minha carreira”, afirma, emocionado.

Dani Boy gravou o clipe de Avenida Paulista em novembro de 2015 (Arquivo pessoal/Dani Boy)

Dani Boy precisou apenas formalizar o acordo por telefone com o escritório de Marília, WorkShow, antes de lançar a música. Ele chegou a gravar um clipe com cenas na Avenida Paulista e em Campos do Jordão, porém nunca o lançou. O áudio está disponível no canal do cantor no YouTube.

“Marília mostrou o carinho e o respeito com um artista que estava começando, mesmo que ela não o conhecesse. É da personalidade dela. Nas poucas vezes que a vi, fazia questão de agradecer. Ela falava: ‘Imagina, Dani, que bom que serviu para você, adoro quando a música encontra o caminho dela, aproveita’. Marília tinha uma energia que a gente já sacava por que a pessoa é o que é e está onde está. Ela tinha uma energia diferenciada. Ela nunca perdeu a essência e a humildade. Eu me sinto honrado e feliz por uma música da Marília Mendonça ter me encontrado para dar vida a ela”, comemora.

Prestes a lançar um projeto de voz e piano, Dani Boy pensa em regravar Avenida Paulista como forma de homenagear Marília e tentar superar o luto da tragédia, a segunda vivida pelo cantor nos últimos dois anos. Em novembro de 2019, sentiu com tristeza a morte de Gugu Liberato.

“Vemos o artista como intocável, da mesma forma como foi com o Gugu. Acredito que até o período da minha cura vai ser o mesmo, os dias vão passando e a gente e vai se conformando que realmente aconteceu. Peço a Deus para que cuide da pessoa que se foi e, mais ainda, cuide de quem fica, porque é doloroso demais. Enviei uma mensagem para a mãe da Marília. Sei que a chance de ela ver é muito baixa, mas falei de Avenida Paulista, agradeci pela vida e a educação da Marília e desejei força. Como pai, não consigo imaginar a dor de uma mãe que enterra um filho”, lamenta Dani Boy.

Gugu Liberato e Dani Boy no SBT (Reprodução/Instagram)

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....