Luan Santana comenta cenas quentes com “Morena” em novo clipe: “Beijo sem língua não tem graça”

Cantor, que chegou a convidar Juliette, contracena com modelo norte-americana

Publicado em 18/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com uma superprodução dirigida por Bruno Ilogti e Will Etchebehere, Luan Santana lançou seu novo single, Morena, nesta sexta-feira (18). Desde o anúncio do clipe (assista ao final deste texto), os fãs do cantor aguardavam ansiosamente para conferir de perto o desempenho da protagonista, e ela surpreendeu. Como “Morena”, a modelo norte-americana Natalía Barulích estrelou cenas quentes ao lado do sertanejo, com direito a banho nu e beijo de língua.

“Esse trem de beijo técnico não existe não! Como é? É um que não tem língua? Fica sem graça demais, vazio!”, analisa Luan Santana à coluna, durante entrevista coletiva sobre o lançamento do clipe.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Desde quando comecei a falar com ela. Há pelo menos quatro, cinco meses venho falando com a Natalía para ser a Morena do clipe. Ela demonstrou muita vontade de fazer alguma coisa comigo. Na filmagem, que foi até de madrugada, ela não reclamou de nada, sempre se mostrou disposta a fazer tudo. Ela foi genial, incrível“, elogia o cantor.

Luan Santana explicou o processo de escolha da protagonista. No clipe, o sertanejo interpreta um detetive, ao melhor estilo James Bond, com a missão de prender uma quadrilha de roubo de joias. Eis que ele conhece a Morena e se apaixona, com direito a um “plot twist” (reviravolta) na última cena.

“É um clipe muito sexy. Ela tinha que ter isso no olhar, nos movimentos, nas ações. Mas ao mesmo tempo é um clipe tenso, com uma surpresa no final. A pessoa tinha que ter experiência com a câmera, conseguisse fazer caras e bocas e expressar os sentimentos que o clipe pede. Uma pessoa que estudasse um pouquinho os filmes de ação, como funciona o mistério, os enigmas a investigação”, descreve.

Filmado à noite com sequências no centro de São Paulo, o clipe tem perseguições típicas de Hollywood inspiradas no filme Drive (2011), protagonizado por Ryan Gosling. O próprio Luan revelou ter estudado teatro para dar vida ao policial investigativo.

“Nunca tinha feito teatro e fiz algumas aulas para saber, por exemplo, como se pega em uma arma. Nunca tinha pego e aprendi como saca, onde colocar, qual é a posição de pegar. Vi muitos filmes de ação para observar a postura dos policiais e como eram as perseguições”, conta.

A falta de costume com armas reflete seus posicionamentos como pessoa pública, inclusive destoando de outros colegas sertanejos que já ostentaram rifles, pistolas e revólveres nas redes sociais. Com forte presença entre adolescentes, Luan se manifesta a favor da ciência, do meio ambiente e de justiça social (bandeiras opostas a de artistas apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, por exemplo). O cantor rejeita definir sua bandeira partidária, mas defende usar sua música para “fazer o bem” as pessoas.

“Nunca fui muito ligado à política em sua parte parte burocrática e mais profunda, mas defendo a tese de que suas atitudes falam por você. Nas minhas condutas e na minha vida, fica muito claro para as pessoas o que penso e defendo. Costumo dizer que a minha política é fazer o bem. Faço música para as pessoas ficarem felizes, para tirar alguém de uma depressão e deixá-la bem, para uma pessoa que está no hospital ter esperança de que vai sair. A live no Pantanal foi algo que vi que faria bem para mim e para o lugar de onde eu venho. Sou um amante do ser humano, do sentimento humano, e estou aqui para mudar a vida das pessoas e dizer coisas boas, melhorar a vida de quem me escuta de alguma forma. Essa é a minha política.”

Uma fã de Luan que compartilha os mesmos posicionamentos é Juliette Freire, campeã do BBB 21. A advogada revelou sua admiração pelo cantor durante o reality show da Globo, e ele chegou a convidá-la ao vivo no Multishow para ser a “Morena” de seu clipe, porém ela declinou da proposta. A coluna provocou Luan e perguntou se ele “perdoa” Juliette, e ele rasgou elogios à mais nova milionária do Brasil.

“Não tem o que perdoar mais nada, de jeito nenhum! A gente se falou assim que ela saiu e ela é uma pessoa incrível! Ela tem projetos incríveis também, me revelou alguns, e no final da nossa conversa eu falei: ‘Ju, você tem toda razão. Se fosse eu no seu lugar, teria feito a mesma coisa. Nosso pensamento é muito parecido em relação às coisas. Deus é tão incrível, as coisas acontecem como têm que acontecer mesmo. A Natalía foi incrível, ela combinou muito com a personagem. Hoje, vendo o clipe, parece que a gente não consegue imaginar mais ninguém no lugar dela. Se Deus quiser, a Juliette eu faremos alguma coisa juntos, inclusive já falamos sobre isso, mas estou com ela. Ela é uma pessoa muito iluminada e muito especial, muito diferente”, antecipa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio