Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Exclusivo

Herdeiros da Praça, filho e neta de Carlos Alberto garimpam talentos mirins para especial inédito

Marcelo de Nóbrega apresenta e Dalila Nóbrega dirige A Pracinha, versão de humorístico que faz 35 anos neste sábado (7)

Publicado em 07/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Há exatos 35 anos, no SBT, Carlos Alberto de Nóbrega lançava A Praça É Nossa e renovava a Praça da Alegria, criada por seu pai, Manoel de Nóbrega (1913-1976), em 1957. Único sobrevivente do humor “raiz” na TV atual, o formato é renovado mais uma vez neste sábado (7), também no SBT, pelo filho e pela neta de Carlos, com a exibição do especial A Pracinha.

Marcelo de Nóbrega, diretor da Praça, e sua filha, Dalila Nóbrega, se uniram para produzir uma versão infantil inédita do tradicional humorístico, com releituras de quadros tradicionais, homenagens e dezenas de personagens novos. Mais de 40 atores, alguns com experiências em novelas e séries, nas TVs aberta e fechada e também no streaming. O “garimpo” de talentos mirins será colocado à prova em A Pracinha, comandada por Marcelo no “velho e querido banco” de seu pai.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“Há muitas crianças boas e nenhum programa de humor infantil. Chaves foi o último na TV aberta. A Praça do meu pai entra às 23h30. Se ele fizer uma Pracinha como a que eu fiz, está ferrado. Com a audiência do Big Brother, com p…, sacanagem, o que eles fazem na Globo, se não fizer Praça para adulto a gente quebra a cara, porque eles apelam. Agora vem a Fazenda com a mesma apelação, briga, xingamentos. E o povo gosta de ver baixaria. Com A Pracinha, queremos mostrar que existem conteúdos próprios para as crianças e a família, que você pode fazer graça sem sacanagem”, explica Marcelo de Nóbrega em entrevista exclusiva à coluna.

Dalila Nóbrega e Rafinha Sanfoneiro em A Pracinha

Enquanto o filho de Carlos Alberto convencia o SBT a produzir a Pracinha, Dalila selecionou artistas infantis para o elenco do programa. Mãe de Remi, de 2 anos e 2 meses, a neta do “dono” da Praça considera a maternidade fundamental para enxergar de forma diferente o humor destinado às crianças.

“A maternidade me inspirou a ver as crianças com um outro olhar. Crianças são pessoas incríveis. Produzir conteúdo para crianças é uma responsabilidade enorme, pois o que elas assistem tem o poder de moldar suas cabeças. Todo cuidado é pouco quando o assunto é escrever para crianças. E trabalhar com crianças respeitosamente exige uma consciência que só tive após ser mãe. As crianças da Pracinha são artistas profissionais, mas jamais podem ser tratadas como pequenos adultos. Estão trabalhando, mas continuam sendo crianças, com todas as peculiaridades e vulnerabilidades que envolvem essa fase da vida, e eu procuro ter muita sabedoria para não violar nenhuma etapa do desenvolvimento. Não se pode cobrar um comportamento de adulto de uma criança”, ressalta à coluna Dalila Nóbrega, que escreveu os roteiros da Pracinha com Magalhães Jr. (roteirista veterano da Praça), o palhaço Tubinho (do elenco adulto) e Rapha Carvalho (também ator e redator do humorístico de Carlos Alberto).

“Eu já tinha escrito para crianças, então consegui virar a chavinha. O que não pode entrar é sexualização. A Praça, pelo horário e pelo público, é um programa sexualizado, com piadas mais picantes. Na Pracinha, estamos fazendo algo completamente voltado para a família, com inocência, quase como Chaves”, compara Rapha Carvalho à coluna.

Marcelo de Nóbrega no especial A Pracinha

Pracinha de família para as famílias

Com um exemplar de O Pequeno Príncipe nas mãos (em vez do jornal de Carlos Alberto), Marcelo de Nóbrega vê a transformação da Praça em Pracinha, com um parque, brinquedos e uma sorveteria no lugar do bar. O formato foi aprovado pela direção do SBT, que nos últimos 10 anos têm priorizado investimento em novelas infantis (aliás, Sophia Valverde, protagonista de Poliana Moça, irá participar do humorístico).

Para Dalila e Marcelo, que é pai de trigêmeos (na próxima segunda, completarão 2 anos e 8 meses), o programa terá a cara de seus filhos. Rapha Carvalho acredita no resgate de uma Praça voltada à família, como no passado.

“Meu filho, Remi, acompanhou todo o processo de ensaios e já assistiu umas mil vezes a chamada e vinheta da Pracinha. Tenho muito orgulho de dizer que antes de dormir, aos sábados, ele pode assistir e se divertir com o programa. Como ele é pequenininho, não entenderia 90% do que está sendo falado e com certeza não vai entender nenhuma piada. Mas ele assiste e diz ‘vovô’, e tem todos os recursos visuais e carisma do elenco para desfrutar”, celebra a diretora.

“Nunca trabalhei com criança, mas foi muito gostoso porque elas levam muito a sério, decoram o texto todinho. São crianças com talento que não têm espaço para trabalhar na televisão. Estamos abrindo mais uma porta para crianças talentosas para comédia. É possível meus filhos verem a Pracinha e até trabalharem nela. O Murilo adora, vai para a TV com certeza”, brinca Marcelo.

Rapha Carvalho e Miguel Martins em A Pracinha

“O mais importante é ser engraçado, não ser um programa fofo. Com os anos, e com o horário, o programa se tornou muito adulto. Eu tenho a memória de ver a Praça criança com a minha avó. Era para todos. Hoje, com a idade e os novos tempos, a coisa mudou. Talvez seja uma forma de resgatar um pouco disso, um programa com classificação livre”, conclui Rapha, intérprete do Mané Marreco na Praça.

A Pracinha levará ao ar os quadros Sucatinha (Victor Gabriel), Repórter Louca (Mari Di Giácomo), Nick Detonador (Tironi/Nathalia Serra), Pacífico (Gui Rodrigues/Eduarda Lanza/Lorena Rodrigues), Zé Bonitinho (Manu Aidar/Isadora Magalhães), Pipinho e Joquinha (Giu Cota/Arthur Moreira/Renata Brás/Xanda Dias) Dudinha (Eduarda Reis), Henriquinho (Miguel Gonçalves/Raphael Carvalho), Peralta (Davi Costa), Julinha (Gabi Decimoni), Explicadinha (Lorena Pires), Lua (Lívia Turella), Marie (Helena Pizol), Martinha (Hevellin Moreno), Danni Divva (Livia Vaz/Miguel Trajano), Albertinho (Fernando Garcia), Marcelinho (Lucca Bertussi), Hipinho (Nycolas França) e Nina & Neno (Marlei Cevada/Léo Cevada). Além disso, o humorístico traz piadas com Nicholas Araújo, Rita Ferreira, Ana Beatriz, Maria Eduarda Campos, Miguel Martins, David Cardoso, Alice Palanch, Marisa Maia, Chico Fernandes, Sofia Satel, Henrico Bonelli, Bruna Rodrigues, Miguel Soares, Soraya, Miguel Soares, Rafael Arroyo, Luiza Dalzotto, Klara Yashi, Antonella Deziderio, Marisa Maia, Pedro Galvão e Cora Grigio.

Elenco de A Pracinha com Carlos Alberto de Nóbrega

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....