Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Despedida amarga

Em último programa, Show do Milhão vacila outra vez e erra pergunta sobre Ronnie Von

Coluna identifica terceira questão equivocada ou mal formulada de programa do SBT

Publicado em 28/11/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Esta coluna está longe de perseguir o Show do Milhão, tanto que o considera o melhor acerto do SBT em 2021, mas já identificou três perguntas equivocadas ou mal formuladas em sua reedição com Celso Portiolli. O terceiro erro foi ao ar no último programa da temporada, exibido na última sexta-feira (26), em uma questão sobre o cantor e apresentador Ronnie Von.

No game show, Celso Portiolli perguntou à participante Natalia Ferrer, do Ceará: “Qual cantor era considerado o príncipe da Jovem Guarda?”. As quatro alternativas eram: Erasmo Carlos, Jerry Adriani, Roberto Carlos e Ronnie Von. “Não é difícil”, ressaltou o apresentador. A candidata optou pelas placas, e duas opções terminaram empatadas (cinco votos para Roberto e cinco para Ronnie).

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“Se você pensar, você acerta”, insistiu Portiolli. Natalia arriscou a quarta alternativa e, segundo o programa, acertou, faturando R$ 10 mil. “O Robertão é o rei, príncipe era o Ronnie Von, e ainda é! Beijo, Ronnie Von!”, disse o apresentador do SBT. A participante continuou no programa até parar com R$ 40 mil.

Afinal, qual é o erro na pergunta sobre Ronnie Von? Simples. Ele era considerado príncipe, mas nunca participou da Jovem Guarda. Esta confusão é tão recorrente que o próprio artista esclareceu em seu canal no YouTube que não pertenceu ao programa da Record encabeçado por Roberto Carlos e que se tornou sinônimo do movimento musical dos anos 60. Ronnie, por sua vez, comandou na mesma emissora outra atração com cantores, O Pequeno Mundo de Ronnie Von.

“O meu convívio com o pessoal da Jovem Guarda na época era nenhum, até porque eu nunca fiz parte da Jovem Guarda. Eu surgi naquela época. Estou há 54 anos tentando dizer isso e digo todos os dias de Deus: não fiz parte da Jovem Guarda! Eu surgi na mesma época, mas eu não tenho nada a ver com Jovem Guarda. Todo santo dia de Deus, as pessoas falam: ‘O Ronnie, da Jovem Guarda’. Nunca fiz o programa Jovem Guarda, mas todo mundo fala ‘O Ronnie da Jovem Guarda'”, explicou o cantor e apresentador em seu perfil na plataforma de vídeos.

No dia 19, o Show do Milhão exibiu uma questão com duas respostas corretas. “A jogada chamada ‘strike’ é feita em qual esporte?”. O participante Bruno Martins escolheu a quarta alternativa, boliche, e acertou. Contudo, outra opção também podia ser considerada certa.

Entre as respostas da questão, que valia R$ 4 mil, havia tênis de mesa, beisebol e xadrez. Embora o “strike” seja mais conhecido no boliche (quando o jogador derruba todos os pinos de uma vez), o beisebol tem uma jogada homônima, quando o rebatedor não consegue acertar a bola em um arremesso.

Em 29 de outubro, o Show do Milhão selecionou uma pergunta mal formulada sobre o filme 2 Filhos de Francisco (2005). Portiolli questionou: “No filme ‘Dois Filhos de Francisco’, o que Zezé Di Camargo e Luciano comem como método para melhorar a voz?”. As alternativas: fígado acebolado, ovo cru, mamão com leite, casca de banana. A competidora Clarice Rodrigues de Oliveira, de Nova Iguaçu (RJ), respondeu a segunda opção e faturou R$ 30 mil.

Diferentemente do que o programa perguntou, Luciano não aparece na cena. Aliás, ele nem era nascido no período retratado. O irmãos que comem ovo cru são Mirosmar (Dablio Moreira) e Emival (Marcos Henrique).

Perguntas erradas do Show do Milhão já renderam processos ao SBT. Em junho de 2000, Ana Lúcia Serbeto de Freitas Matos não respondeu à “pergunta do milhão” e decidiu parar com R$ 500 mil, mas acionou a Justiça porque a questão estava mal formulada.

A pergunta era a seguinte: “A Constituição reconhece direitos aos índios de quanto do território brasileiro?”. O programa alegou ter extraído a informação da Constituição Federal, mas os advogados da participante descobriram que o SBT recorreu à Enciclopédia Barsa. Ela pediu R$ 500 mil de indenização por danos morais. Conseguiu R$ 125 mil.

Em 2001, um participante respondeu que Tom, do desenho Tom & Jerry, era azul, mas o programa afirmou que era cinza. Como o gato aparece azul em alguns episódios, o concorrente ganhou outra chance.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....