Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Exclusivo

Dublê que enganou Taís Araújo no Domingão já foi “Juma” e “Larissa Manoela” e venceu medo de altura

À coluna, Gisele Oliveira revela bastidores de pegadinha e comemora estreia de Cara e Coragem

Publicado em 26/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A dublê Gisele Oliveira nem teve tempo para aproveitar a fama repentina do último final de semana, quando pregou uma peça em Taís Araújo no último Domingão. Ela fingiu ser uma fã na plateia que sonhava abraçá-la, mas tropeçou e saiu rolando pelos degraus, desesperando o público presente e a estrela global. Tudo não passou de uma pegadinha. Especialista em quedas, a profissional acompanhou a repercussão da cena enquanto se desdobrava em outras atrizes nas novelas da Globo.

“Cheguei a trabalhar em Cheias de Charme, mas em sets totalmente diferentes, nunca tinha visto a Taís nem falado com ela pessoalmente. Coitada, ela ficou bem assustada! Logo depois ela entrou na brincadeira. Só consegui ver depois, no domingo mesmo, quando sentei para assistir. A gente não se falou porque eu trabalhei esses dias todos, mas ela comentou os vídeos compartilhados, brincou, foi bem legal. Espero vê-la de novo. A gente vai se encontrar, porque estamos na mesma novela”, afirma Gisele em entrevista exclusiva à coluna.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

No dia em que enganou Taís Araújo, Gisele precisou se esconder para não ser vista por ela nos corredores dos Estúdios Globo. A estratégia deu certo. A atriz, que participou do Domingão como jurada da Dança dos Famosos, se apavorou com a queda, mas ao saber que a fã era uma dublê ficou tão aliviada que disparou até um palavrão no ar!

“Sempre faço um ensaio antes. Coloquei o equipamento e fiz um giro técnico. Depois fiz um valendo, para eu cair mesmo e sentir o chão. A produção, o Luciano, a equipe do figurino e da maquiagem sabiam. Eles me envelheceram um pouco mais, fizeram linhas de expressão no meu rosto e no meu pescoço para que eu enquadrasse ali na plateia. Precisei ficar escondida, eles procuraram me colocar em um set ou em horários totalmente diferentes do dela para que a gente não pudesse se esbarrar. Se viu a primeira vez, não esquece mais”, conta a dublê.

Dublê de Juma e Larissa Manoela precisou superar medo de altura

Gisele, que completará 36 anos no próximo domingo (29), começou como dublê após dar à luz sua primeira filha, atualmente com 14 anos, substituindo uma atriz em uma cena com cavalos. Para se firmar na profissão, treinou outras situações de risco, como lutas, direção perigosa, atropelamentos e quedas, o que para ela significou um desafio a mais.

“Tinha muito medo de altura e achava que não ia conseguir nunca, mas consegui passar por isso e venci o medo. Sempre que aparecem cenas assim estamos treinando para ficar por dentro de tudo. Vale ressaltar que todos os trabalhos com dublês sempre são supervisionados por coordenadores de ação. Nunca vamos ao set sozinhos. Chegamos acompanhados, eles conversam com a direção e a produção e depois passam para a gente qual é a cena”, explica.

A dublê Gisele Oliveira ao lado de Larissa Manoela e Alanis Guillen

A lista de atrizes representadas por Gisele Oliveira é extensa e aumenta a cada novo trabalho. Adriana Esteves, Alinne Moraes, Bárbara Paz, Carol Dallarosa, Dani Calabresa, Deborah Evelyn, Deborah Secco, Isabelle Drummond, Juliana Paiva, Lilia Cabral, Malu Galli, Monique Alfradique, Nathalia Dill, Roberta Gualda e Vitória Strada são apenas alguns nomes que evitaram cenas arriscadas e contaram com o auxílio da dublê.

Gisele participou de todas as tramas exibidas atualmente pela emissora, como Além da Ilusão, Quanto Mais Vida, Melhor! e Pantanal. Já representou Larissa Manoela (Isadora) e Alanis Guillen (Juma) e também está na nova novela das sete, Cara e Coragem, que mostrará o trabalho arriscado dos dublês. Por isso o Domingão a convidou para divulgar a estreia pregando uma peça em Taís Araújo, protagonista da produção. A profissional se emociona ao comemorar que finalmente verá sua atividade ser retratada e homenageada após anos substituindo algumas das maiores estrelas da casa em cenas de ação.

“Em Cara e Coragem sou dublê da Vitória Bohn, que interpreta a Lou. Nunca imaginei na minha vida que a nossa história seria contada, trabalhar com isso é muito gratificante. E é uma novela da Globo! Quando a notícia veio até nós, ficamos muito emocionados e, ao mesmo tempo, muito felizes. A ficha ainda nem caiu. As pessoas até estão mais interessadas em saber do meu trabalho, porque geralmente perguntam como é o ator, como é a atriz, mas nunca perguntavam sobre mim. Agora dizem: ‘Que legal o seu trabalho, não imaginava que era dessa forma, que corria tanto risco’. Fico muito emocionada ao falar, porque sinto muito prazer nessa profissão. Estamos há um tempão, 13 anos, e só agora fomos reconhecidos, mas chegou a hora. Estamos curtindo muito isso. Vamos nos reunir no dia 30 para assistir ao primeiro capítulo. Essa frase que o Marcelo [Serrado] costuma dizer é muito forte e muito legal: ‘Seja o herói da sua vida’. Estou levando para a minha!”, celebra.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....