Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
The Umbrella Academy

Dublador trans conquista papel de Elliot Page em série da Netflix: “Amo tudo o que você representa”

Marun Reis, que passou por transição de gênero em 2020, publicou carta emocionante a ator canadense

Publicado em 26/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A terceira temporada da série The Umbrella Academy estreará na Netflix com uma importante alteração na versão brasileira. O protagonista, interpretado por Elliot Page, passa a ter a voz de Marun Reis, com história semelhante à do ator canadense. Em 2020, ambos combateram o preconceito e se declararam homens trans. A escalação significa um marco para a dublagem, cada vez mais inclusiva e representativa.

Nos dois primeiros anos da produção, o papel de Elliot foi dublado por Luisa Palomanes. Entretanto, na temporada que começará em 22 de junho, o personagem acompanhou a mudança do ator e também passou por uma transição de gênero, adotando o nome Viktor (é desrespeitoso citar os nomes de batismo de pessoas trans). O estúdio carioca Som de Vera Cruz, responsável pela dublagem, seguiu a nova designação do protagonista.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Em sua rede social, Marun publicou uma longa carta para Elliot Page em que declara seu amor e sua admiração pelo ator canadense como artista e ativista da causa LGBTQIAP+. Com experiência em filmes como Amor, Sublime Amor e Anne+, revelou ter sido consultado pela Netflix para alterar seu nome nos créditos de todos os trabalhos como dublador e tradutor, um sinal de respeito da plataforma de streaming por seu prestador de serviço.

Confira abaixo a íntegra da carta de Marun Reis a Elliot Page:

“Esta é uma carta para Elliot Page.
Elliot, por mais que talvez imagine, acho que você nunca vai ter a real noção do quanto é importante na vida de pessoas LGBTQIAP+ ao redor do mundo. Por isso, decidi ser bem específico e falar do impacto que a sua existência teve e tem sobre mim.
Minha admiração por você vem do início da sua carreira, desde antes de qualquer saída do armário ou militância. Sempre te achei um puta ator. Imagino o quanto deve ter sido difícil pra você, já famoso, se declarar homossexual diante de Hollywood inteira. Mas mesmo com todos os riscos de perder papeis, você levantou nossa bandeira colorida e se colocou na linha de frente da luta contra a homofobia no mundo.
Eu, bissexual militante, passei a te admirar ainda mais.
Então, em 2020, você se declarou transgênero, mudou seu nome, seus pronomes, seu visual. Passou a parecer muito mais feliz do que antes, muito mais inteiro.
Sabe quem também passou por tudo isso em 2020?
Eu.
Você exigiu que a Netflix trocasse seu nome artístico em todos os produtos do qual tinha participado, algo inédito e ousado. Com a sua exigência, a Netflix Brasil entrou em contato comigo e perguntou se eu gostaria de mudar o meu nome artístico em tudo que tinha dublado e traduzido pra eles nesses anos.
É engraçado, sem ter ideia da minha existência, você teve esse primeiro impacto direto na minha vida.
Já seria eternamente grato se seu impacto tivesse sido apenas esse, mas, como hoje posso FINALMENTE revelar, o impacto é muito maior.
Pra ser sincero, ainda não tenho muita dimensão do tamanho dele na minha vida, mas estou ansioso por descobrir.
Alguns meses atrás, fui escolhido pra ser a sua voz em português brasileiro.
Como é absurda a ideia de ser a voz de Elliot Page, ser a voz de alguém que dá voz a tantos de nós.
Que responsa a minha!
E que orgulho!
Obrigado por ser agente dessa mudança tão importante e obrigado por dar a tantos – e mais diretamente a mim – o espaço pra ser quem somos.
Eu amo tudo que você representa.
Um beijo,
Marun (Ma Reis)”

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....