Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Exclusivo

Criador do tema de Chaves tem vídeo bloqueado pela Globo e cobrará por uso no Domingão

Mário Lúcio de Freitas não pôde compartilhar no YouTube trecho de programa de Luciano Huck com sua música

Publicado em 22/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A Globo tocou Aí Vem o Chaves, tema da série mexicana que já foi “curinga” do SBT, mas impediu que o autor da abertura comemorasse publicando o trecho no YouTube. A emissora bloqueou do canal do músico o vídeo do Domingão com Huck em que foi executada a trilha do humorístico durante o quadro Acredite Em Quem Quiser.

No Domingão, os jurados João Vicente de Castro, Fabiana Karla, Flávia Alessandra e Bruna Marquezine tinham que adivinhar quais das três mulheres que se diziam dubladoras de Chiquinha era a verdadeira. Elas tiveram a voz alterada para dificultar ainda mais a prova. Participaram da atração a locutora Jacqueline Cordeiro, a dubladora Tânia Gaidarji e a real voz da personagem de Chaves, Cecília Lemes.

LEIA MAIS TEXTOS DESTE COLUNISTA

“Honradíssimo”: Cantor de Pantanal na Manchete aprova Maria Bethânia em abertura da Globo
Quem canta a abertura de Poliana Moça? Ex-Ídolos criou trilha com roqueiros
Tatá Werneck, Rodrigo Faro e Eliana: Qual artista de cada emissora é o mais popular no Instagram?

Procurado pela coluna, Mário Lúcio de Freitas informou que os bloqueios da Globo são recorrentes. Ele, que já trabalhou para a emissora compondo trilhas de novelas, tentou divulgar no YouTube paródias de Aí Vem o Chaves em humorísticos como Tá no Ar.

Os vídeos são banidos imediatamente por uma tecnologia que tenta proteger o conteúdo do canal contra a pirataria. O compositor solicita a aprovação e o material é desbloqueado.

Enquanto aguarda a Globo liberar o vídeo, Mário Lúcio de Freitas não deixará barata a execução de seu trabalho no Domingão. “Vou cobrá-los pela sincronização”, declarou à coluna. Em outras redes sociais, como Instagram e Facebook, o trecho não foi bloqueado. Assista:

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....