Cleber Machado do TikTok: Fã imita narrador da Globo e ultrapassa 1 milhão de acessos

À coluna, Guilherme Amparo explica como aprendeu voz de locutor esportivo

Publicado em 10/10/2021 20:39
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Guilherme Amparo trabalha com e-commerce, mas seu sonho é bombar como influenciador digital. Neste fim de semana, o paulista de 29 anos sentiu o gostinho da fama ao viralizar como “Cleber Machado do TikTok“. Imitador nas horas vagas, ele brincou com a voz do narrador esportivo da Globo e ultrapassou 1,4 milhão de acessos em apenas 48 horas na rede social.

Em entrevista à coluna, Amparo admite ainda estar em choque com a repercussão. No vídeo, ele satiriza a rotina de um torcedor que acompanha as transmissões de futebol na Globo e, de tanto assistir, passa a falar igualzinho a Cleber Machado. A semelhança com a voz do locutor esportivo é impressionante!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

@canaldoguiamparo

Minha voz assistindo os jogos com narração do Cléber Machado 😅 #fy #foryou #imitacao #clebermachado

♬ som original – Canal Do Gui Amparo

“Postei na sexta-feira (8), às 18h. Quando fui dormir, à meia-noite, estava com 33 visualizações. Falei: ‘Beleza, mais um que flopou’. Acordei no sábado de manhã, peguei o celular e havia notificações do TikTok. Passou de 30 mil views, teve muitos comentários e muitas curtidas. Percebi que tinha viralizado quando bateu 100 mil, estava subindo e sabia que iria crescer muito”, conta o imitador à coluna.

Guilherme Amparo brinca com vozes desde a infância, quando imitava os personagens de Pokémon. Na adolescência, treinou a icônica voz de Silvio Santos. O rapaz chegou a fazer 100 imitações em dez minutos:

“Meu jeito de imitar é ouvindo bastante como a pessoa fala. Às vezes, é melhor o trejeito do que a voz em si. Para imitar o Cleber Machado, comecei a pegar as nuances, o jeito, como ele narra. Depois peguei o timbre da voz. Ele tem um diferencial, mas não sei como dizer. Ele tem essa coisa de esquecer os nomes, se confundir, falar uma informação e terminar com ‘… ou não’. É o engraçado dele”, explica.

Curiosamente, a narração mais inesquecível de Cleber Machado na opinião do palmeirense Guilherme Amparo é a de um jogo do arquirrival, Corinthians, na final da Copa Libertadores da América, em 2012.

“A do gol do Romarinho, em que ele estava fazendo alguma coisa na cabine, menos olhando para o jogo, e aí o Romarinho recebe a bola e o Cleber vai de 0 a 100 em poucos segundos. A do ‘hoje não… hoje sim’ também, é impecável a emoção que ele mostra só com a voz. Você não vê a cara dele, mas escuta a voz e nota que ele ficou decepcionado, muito triste”, afirma, lembrando ainda o bordão eternizado na corrida de Fórmula 1 em que Rubens Barrichello obedeceu à ordem da Ferrari e deixou Michael Schumacher passar na frente a poucos metros da chegada.

“Se chegar ao Cleber Machado, nem imagino a minha reação. Sou muito fã, acompanho há muitos anos e ficaria espantado, em choque, esperando a ficha cair, como estou agora vendo a viralização do meu vídeo”

Guilherme Amparo

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio