Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Mau exemplo

Bolsonarista, autora de música da Band chama vacina de “merd*” e apaga publicação

Fátima Leão, cantora e compositora de sucessos sertanejos, foi criticada por post negacionista

Publicado em 22/07/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Fátima Leão é uma das cantoras e compositoras mais bem-sucedidas do sertanejo. Autora de sucessos como Dormi na Praça (Bruno & Marrone), Muda de Vida (Zezé Di Camargo & Luciano) e Alô (Chitãozinho & Xororó), a artista também assinou o tema da campanha Band Contra a Fome, para socorrer famílias afetadas pela crise agravada com a pandemia de coronavírus. Entretanto, ela desapontou seus fãs ao xingar a única forma cientificamente eficaz de proteger a população contra a Covid-19: a vacinação.

Na manhã desta quinta-feira (22), Fátima publicou em seu perfil no Instagram um exame de anticorpos para Covid-19. Ao analisar o resultado “inferior a 20%”, ficou revoltada e culpou o imunizante: “Eu tomei a merda da vacina. Resultado, primeira dose”, escreveu.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Fãs rebateram a publicação negacionista de Fátima Leão argumentando que as quatro vacinas disponíveis no Brasil (Coronavac, AstraZeneca, Pfizer e Janssen) salvaram milhões de vidas e poderiam ter evitado milhares de mortes se o governo federal tivesse comprado doses com antecedência e não sabotado a campanha de vacinação.

Outras pessoas anunciaram nos comentários que deixariam de seguir a compositora por causa da mentira compartilhada por ela sobre a eficácia das vacinas. Duas horas depois, Fátima Leão excluiu a postagem.

Não é a primeira vez que Fátima propaga discurso negacionista nas redes sociais. Ano passado, criticou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), pela compra da Coronavac, produzida pelo instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. “Quem confia nessa vacina?”, indagou a cantora no Instagram.

Ela também já compartilhou uma manchete de jornal concordando com a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a não-obrigatoriedade da vacinação no país, mesmo com a alta incidência de casos e óbitos provocados pela Covid-19.

Procurado pela coluna, Vinicius Leão, filho da sertaneja, chamou a postagem de “infelicidade” e assegurou que a mãe não deixará de completar a imunização nesta quinta. Segundo ele, Fátima recebeu a primeira aplicação há cerca de três meses, porém não soube especificar o laboratório (pelo intervalo, pode ser da AstraZeneca ou da Pfizer).

“Ela vai tomar a segunda dose hoje, é muito importante! Vou pedir para ela ficar longe do celular”, afirmou o produtor musical.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....