Bolsonarista, autora de música da Band chama vacina de “merd*” e apaga publicação

Fátima Leão, cantora e compositora de sucessos sertanejos, foi criticada por post negacionista

Publicado em 22/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fátima Leão é uma das cantoras e compositoras mais bem-sucedidas do sertanejo. Autora de sucessos como Dormi na Praça (Bruno & Marrone), Muda de Vida (Zezé Di Camargo & Luciano) e Alô (Chitãozinho & Xororó), a artista também assinou o tema da campanha Band Contra a Fome, para socorrer famílias afetadas pela crise agravada com a pandemia de coronavírus. Entretanto, ela desapontou seus fãs ao xingar a única forma cientificamente eficaz de proteger a população contra a Covid-19: a vacinação.

Na manhã desta quinta-feira (22), Fátima publicou em seu perfil no Instagram um exame de anticorpos para Covid-19. Ao analisar o resultado “inferior a 20%”, ficou revoltada e culpou o imunizante: “Eu tomei a merda da vacina. Resultado, primeira dose”, escreveu.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fãs rebateram a publicação negacionista de Fátima Leão argumentando que as quatro vacinas disponíveis no Brasil (Coronavac, AstraZeneca, Pfizer e Janssen) salvaram milhões de vidas e poderiam ter evitado milhares de mortes se o governo federal tivesse comprado doses com antecedência e não sabotado a campanha de vacinação.

Outras pessoas anunciaram nos comentários que deixariam de seguir a compositora por causa da mentira compartilhada por ela sobre a eficácia das vacinas. Duas horas depois, Fátima Leão excluiu a postagem.

Não é a primeira vez que Fátima propaga discurso negacionista nas redes sociais. Ano passado, criticou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), pela compra da Coronavac, produzida pelo instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. “Quem confia nessa vacina?”, indagou a cantora no Instagram.

Ela também já compartilhou uma manchete de jornal concordando com a declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a não-obrigatoriedade da vacinação no país, mesmo com a alta incidência de casos e óbitos provocados pela Covid-19.

Procurado pela coluna, Vinicius Leão, filho da sertaneja, chamou a postagem de “infelicidade” e assegurou que a mãe não deixará de completar a imunização nesta quinta. Segundo ele, Fátima recebeu a primeira aplicação há cerca de três meses, porém não soube especificar o laboratório (pelo intervalo, pode ser da AstraZeneca ou da Pfizer).

“Ela vai tomar a segunda dose hoje, é muito importante! Vou pedir para ela ficar longe do celular”, afirmou o produtor musical.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio