Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Bom Dia SP

Apresentadora da Globo chora com reportagem sobre pandemia: “Ninguém me viu grávida”

Sabina Simonato relembrou gestação e trabalho em casa na fase mais crítica da covid-19

Publicado em 24/03/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Uma reportagem sobre os dois anos da pandemia de coronavírus emocionou os telespectadores do Bom Dia SP, telejornal local da Globo, e também a jornalista Sabina Simonato nesta quinta-feira (24). Apresentadora do noticioso ao lado de Rodrigo Bocardi, ela chorou com o material assinado pela repórter Natália Ariede sobre pessoas que precisaram se afastar da família e do trabalho em função da covid-19, como uma professora que passou a dar aulas online e um médico que se disfarçou de dinossauro para ver o filho.

Enquanto Bocardi tentava ler tweets do público, viu os olhos marejados da colega e indagou: “Tá orando, Sabina?” (“orando” mesmo, não “chorando”). Um pouco desconcertada, ela respondeu que tinha se comovido com as histórias contadas na reportagem e relembrou o período difícil em que trabalhou de casa esperando a primeira filha, Sophia, nascida em maio de 2021.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

LEIA MAIS TEXTOS DESTE COLUNISTA

Rodrigo Bocardi vira “vidente” e ajuda telespectadores a ganharem na loteria
SBT se desfaz de repórteres após tirar do ar telejornal sem audiência
Criador do tema de Chaves tem vídeo bloqueado pela Globo e cobrará por uso no Domingão

“Não, estou olhando. Você sabe que eu me emocionei, gente. Quanta coisa a gente passou! Traz esperança, e parece que a gente vai voltando no tempo. Eu barriguda, grávida, meio trancafiada em casa, enfurnada, morrendo de medo, ninguém ainda tinha vacina e eu, graças a Deus, podia ficar em casa. Quantas outras pessoas não podiam? Quantas outras perderam parentes, amigos, o que a gente passou? E, ao mesmo tempo, uma solidão. Ninguém me viu de barriga. Minha irmã não me deu um abraço, se quer saber, porque ela trabalha em hospital. Foi difícil. Ainda está difícil, mas a gente está passando por isso”, disse Sabina, quase chorando novamente.

Minutos depois, o telejornal recuperou imagens da apresentadora do trânsito e do tempo do Bom Dia SP secando as lágrimas enquanto usava o celular. Em sua rede social, ela explicou que começou a chorar enquanto parabenizava a colega pela reportagem.

“Foi a matéria da Natália Ariede que eu estava acompanhando aqui. Mandei mensagem para ela e comecei a chorar, porque a gente sentiu um pouquinho de solidão dentro de casa, protegida. foi difícil”, justificou.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....