Apresentador demitido revela último dia da Loading: “Tratou sonho como algo descartável”

Fábio Gomes critica omissão de executivos do canal, extinto há duas semanas

Publicado em 10/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ex-apresentador da Loading, Fábio Gomes revelou os últimos minutos do canal antes do anúncio da demissão em massa, na tarde de 27 de maio, e desabafou sobre a omissão dos executivos para alertar a equipe sobre problemas financeiros. Emocionado, o titular do extinto programa Multiverso se mostrou indignado ao lembrar que colegas chegaram a abandonar seus empregos para trabalhar na emissora.

Durante transmissão ao vivo na plataforma Twitch, nesta quinta-feira (10), Fábio Gomes descreveu como era sua rotina antes de entrar no ar de segunda a sexta, às 18h. Enquanto ainda se arrumava para apresentar o Multiverso, sem saber que ele nunca mais voltaria à TV, foi convocado para uma reunião importante com o diretor de programação, Anderson Abraços.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Ele falou: ‘Lamento muito informar, mas o que aconteceu é que a Loading vai acabar’. Botei qualquer camiseta que tinha na minha frente, sentei e abri a câmera: ‘Não, repete, acho que entendi errado. A Loading vai acabar? Não o programa, a emissora?’. Todo mundo ficou em um estado de choque absurdo. Ninguém acreditava no que estava acontecendo, nem mesmo o Anderson, porque não era culpa dele, ele só foi o portador das más notícias. Quem tinha que dar essa notícia não apareceu. Essa pessoa não apareceu mesmo”, relembrou.

Ainda atônitos, os funcionários da Loading receberam na sequência um comunicado frio da alta cúpula do canal: Fábio Gomes contou o episódio: “Pouco depois, veio a confirmação de quem deveria ter dado essa notícia, por uma mensagem bem… que foi tipo assim: ‘Realmente não tem muito o que fazer, é muito triste e acabou’”.

Fábio se irritou com o fim abrupto da programação e se preocupou com o planejamento da própria vida e o de seus colegas.

“Com o tempo, fui ficando cada vez mais injuriado, acho que é a palavra. O que me deixou muito irritado é que tinha uma galera que tinha família, que tem filho, que estava empregada, estava bem, nem pensava em sair do emprego, e a Loading vendeu um projeto que na hora virou o sonho de todo mundo que trabalhava lá. Todo mundo queria que desse certo, todo mundo estava trabalhando para isso acontecer, todo mundo estava se doando ao máximo para esse sonho ser uma realidade. Todo mundo que estava lá correu como se não houvesse amanhã para esse sonho dar certo, e a Loading tratou o sonho das pessoas como algo descartável. Essa é a verdade. Tratou o sonho de todo mundo que trabalhava lá como um negócio descartável. É meio isso que aconteceu. Eu fiquei muito chateado”, desabafou.

Em seguida, Fábio protestou contra os patrocinadores da Loading. A omissão da alta cúpula disfarçou um ambiente próspero, com boa audiência e repercussão, enquanto a situação era completamente oposta no núcleo financeiro da emissora.

“Não acreditem se alguém vier dizer que fez de tudo para salvar o canal. Não fizeram. Se um desses executivos que sumiram aparecer para falar que ‘tentou, e fizeram, e não sei o quê’, não creiam, porque nunca sentou para falar com a gente para falar que a situação está complicada por causa ‘disso’. Ninguém nunca me procurou, porque nunca houve uma transparência. Podem até ter feito, estou falando mais do coração, mas faltou transparência, esse é o ponto. Faltou transparência para explicar o que estava acontecendo em relação ao canal”, lamentou o apresentador.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio