Reality show

Após pior estreia, No Limite se recupera com traição de participante e eliminação de Pipa

Sem concorrência do futebol, audiência de programa da Globo cresce 14% em São Paulo

Publicado em 21/07/2023

No Limite começou a dar sinais de recuperação em São Paulo. Depois de ter amargado a pior estreia de todas as edições, o episódio do reality show exibido na última quinta-feira (20) pela Globo registrou audiência ligeiramente maior.

Segundo dados consolidados do Kantar Ibope, No Limite – Amazônia liderou de ponta a ponta e marcou 16 pontos com 30% de share (de 10 televisores ligados, três estavam sintonizados na Globo), representando um crescimento de +14% (+2 pontos) em relação ao episódio de terça-feira (18).

A disputa por audiência foi mais confortável para o No Limite nesta quinta do que na estreia, quando enfrentou o jogo entre Universitario e Corinthians no SBT e perdeu a liderança durante 21 minutos. Cada ponto equivale a 76.953 domicílios ou 206.674 telespectadores na Grande São Paulo.

Embora tenha pontuado menos do que Cine Holliúdy, produto antecessor no horário às quintas (com média de 17 pontos), o desempenho de No Limite tranquilizou a Globo. Na próxima terça, também não enfrentará futebol, o que deverá aumentar os índices do reality show.

O segundo episódio de No Limite foi marcado pela eliminação de Pipa, ex-participante da primeira temporada, após uma traição de Amanda. Feminista, ela havia prometido proteger as mulheres até o fim, porém foi convencida por Marcus, detentor do Amuleto da Imunidade, a votar na veterana.

Siga o colunista no Twitter e no Instagram.