Ao tomar vacina sem máscara, Ratinho se mantém fiel a Bolsonaro

Aliado do presidente, apresentador defende negacionismo do governo em seu programa no SBT

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ratinho, apresentador do SBT, recebeu a primeira dose da vacina contra o coronavírus neste domingo (11), no Paraná, estado governado por seu filho, Ratinho Junior. Ele foi imunizado em Apucarana, cidade que começou a aplicação em idosos com 65 anos, idade do comunicador.

A vacinação de Ratinho chamou a atenção pelo fato de o apresentador apoiar Jair Bolsonaro, que lança dúvidas sobre a eficiência dos imunizantes e já espalhou mentiras sobre a Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac. Além disso, fez propaganda de medicamentos ineficazes para o tratamento da Covid-19.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A relação de Ratinho e Bolsonaro se estreitou após a eleição, em 2018, e se intensificou durante a pandemia. O apresentador aproveita constantemente seu programa no SBT para defender o governo e atacar críticos, como em um discurso exibido em janeiro de 2021, quando o Brasil registrava mais de 220 mil vítimas do coronavírus (até este domingo, ultrapassou 230 mil óbitos).

“Desde o início da pandemia, fizeram tudo o que foi possível para atrapalhar as providências do governo federal: a Justiça, a oposição, governadores de alguns estados, parecem que estão todos unidos naquela ‘quanto pior, melhor’, então fecham empresas, fecham o comércio, quebram indústrias. Tem muita gente torcendo pelo caos”, acusou Ratinho em vídeo que viralizou em perfis bolsonaristas nas redes sociais.

Um mês antes, em dezembro, Ratinho pescou com Bolsonaro no litoral de Santa Catarina e descumpriu protocolos de segurança nunca adotados pelo amigo de Brasília. Entretanto, o apresentador se encantou pela forma como o político provocou aglomeração na praia, sem distanciamento nem uso de máscaras. “Gente como a gente”, comentou o comunicador do SBT para o ministro das Comunicações, Fábio Faria, nomeado para o cargo, nas palavras do presidente, por ser genro de Silvio Santos.

Talvez seja por isso que Ratinho decidiu não utilizar máscara no momento em que foi imunizado, indo contra as orientações médicas. Sem o item de proteção, também alvo de mentiras de Bolsonaro, o apresentador continua fiel ao amigo presidente e à desinformação provocada por ele.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio