Análise: Para defender Copa América, SBT sugere que Globo está certa ao transmitir futebol

Em carta aberta, rede de Silvio Santos coloca panos quentes em ataques contra concorrente

Publicado em 11/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A palavra “coerência” resume o posicionamento histórico do SBT justificando a transmissão da Copa América, que começa neste domingo (13) após forte rejeição de jornalistas, médicos, atletas, patrocinadores, políticos e boa parte do público. Em carta aberta, lida pelos apresentadores do SBT Brasil na última quinta-feira, a emissora evitou provocações que acirraram o debate sobre o torneio no Brasil, principalmente envolvendo as críticas da Globo.

No principal trecho do manifesto, a rede de Silvio Santos se equipara à Globo, mesmo sem citar a concorrente, ao dizer que, “coerentemente”, exibirá a Copa América porque comprou os direitos de transmissão, como ocorre com outras detentoras de competições. “Coerência”, palavra que resume esta carta aberta, foi o que faltou a profissionais e fãs do SBT, além de políticos alinhados ao governo federal.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para defender a realização às pressas do evento futebolístico, por intermédio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na pior fase da pandemia de coronavírus no Brasil, alguns grupos acharam correto adotar narrativas de “perseguição” e “hipocrisia”. A “perseguição” seria contra o governo e a “hipocrisia”, a de quem critica o campeonato mas exibe outros.

Nas últimas duas semanas, SBTistas e bolsonaristas se concentraram em atacar a Globo, detentora de competições nacionais e internacionais, incluindo os Jogos Olímpicos. Para eles, a emissora só falou mal da Copa América porque perdeu os direitos para o SBT. As críticas, portanto, seriam vazias e com teor unicamente financeiro.

As narrativas não se sustentam, e esta coluna já explicou por quê (leia aqui e aqui). A Globo nunca se posicionou contra a Copa América (inclusive tentou comprá-la). Foram seus jornalistas e comentaristas esportivos. Além disso, as críticas partiram de profissionais de outros veículos de comunicação e setores importantes da sociedade, como infectologistas, e abrangeram apenas um ponto: a realização do campeonato no Brasil a duas semanas de seu início após recusas de Colômbia e Argentina, respectivamente, por protestos políticos e pela pandemia.

Com a carta aberta, o SBT coloca panos quentes na boa relação que mantém com a Globo nos últimos anos. Sem entrar nas provocações e asneiras ditas por seus defensores nas redes sociais, a rede de Silvio Santos legitima o direito do canal líder de audiência de comprar e exibir qualquer evento esportivo, sem que possa parecer “hipócrita”.

O posicionamento do SBT ainda protege seus funcionários, também criticados por cobrirem a vinda do torneio ao país com mais de 480 mil mortes por Covid-19. Afinal, se jornalistas da Globo são atacados por criticar a Copa América por dinheiro, profissionais do SBT podem ser acusados de exaltar a competição pelo mesmo motivo.

O tom adulto da carta se mantém quando o SBT se mostra favorável aos protocolos de segurança necessários para impedir a propagação do coronavírus, como o uso de máscaras, o distanciamento social e a vacinação de todos os brasileiros, em contraposição ao responsável pela vinda abrupta da Copa América no Brasil, Jair Bolsonaro, que provocou dezenas de aglomerações, sabotou a compra de imunizantes e, na última quinta, desestimulou o uso do item de proteção facial (nota da coluna: leitor, ignore o que o presidente fala e use máscara).

Carta Aberta sobre a Transmissão da Copa América em TV Aberta pelo SBT

O Esporte sempre foi um dos instrumentos de formação e de inclusão social, propiciando à população em geral o acesso a uma vida mais saudável e a oportunidade concreta de ascensão social para milhares de jovens. Nesse sentido, o futebol seguramente é o mais visível e acessível em nosso país; gera paixão, aspiração e sentimento de pertencimento na população, ao ver seu time campeão ou quando vê a Seleção Nacional jogando e conquistando títulos. Muitos dos ídolos brasileiros vieram do futebol que faz parte de nosso patrimônio cultural.

Justamente por entender essa importância, o SBT decidiu voltar a disputar os direitos de futebol e, com profissionalismo e respeito aos demais concorrentes, tem sido vencedor em torneios relevantes como a Copa Libertadores, Champions League, Europa League, Copa do Nordeste e a Copa América. O SBT faz isso porque acredita que o futebol, sendo o esporte mais popular de todos e de grande atração de audiência, é uma combinação perfeita com uma emissora popular como a nossa, tão querida pelo público. O SBT está trazendo grandes eventos e fazendo uma transmissão com sua cara, do seu jeito, que se espelha no brasileiro de todos os cantos do país, e preocupado sempre em engrandecer o futebol, os clubes e as marcas patrocinadoras. O SBT, percorrendo as trilhas do jogo limpo e competitivo, sem qualquer protecionismo, está dando pluralidade democrática ao futebol em TV aberta para que não fique concentrado. Isso é relevante! Ganham o público e o esporte!

Assim, no final de 2020, o SBT deu início às negociações pelos direitos de transmissão da Copa América que legitimamente conquistou, e assumiu a obrigação de transmissão onde quer que ocorresse. Coerentemente, o SBT realizará a transmissão da Copa América em cumprimento aos contratos de direitos e de patrocínios, tal qual vem ocorrendo com todos os demais detentores de direitos de futebol e olimpíadas neste exato momento, e em acordo com as diretrizes de cada Estado da Federação. Cabem às Autoridades, Confederações, Federações e Clubes resguardarem todas as questões relacionadas aos protocolos sanitários necessários em função da pandemia, para que todos os campeonatos de futebol e eventos esportivos em andamento continuem sendo um ambiente seguro a todas as pessoas envolvidas.

Ao SBT, cabe informar com isenção, como tem feito desde o início da pandemia, para a devida conscientização sobre a importância do uso de máscaras, do distanciamento social, da não aglomeração de pessoas e desejar que consigamos avançar rapidamente com a vacinação de toda população para assim superarmos essa enorme crise que tantas vidas já levou em nosso país e no mundo e pelas quais lamentamos e nos solidarizamos.

O SBT acredita na capacidade da Conmebol para a organização segura do torneio e espera que tudo corra bem com os atletas, delegações e profissionais envolvidos em sua execução e cobertura, e que a transmissão possa levar um conteúdo de qualidade ao nosso público e aos nossos patrocinadores.

Esta é a posição do SBT.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio