Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Reviravoltas!

Ilha Record 2: Exílio ganha poder do Guardião, mas Colar da Proteção e Pergaminhos do Destino mudam o jogo

Exilados puderam influenciar no jogo da Vila, Kaik recebeu sua última tarefa como comandante e muita mais

Publicado em 02/08/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Mais uma Prova em Equipes agitou o Ilha Record 2. A dinâmica teve muitas semelhanças com as realizados no concorrente no No Limite, da TV Globo, e o Guardião mudou os rumos do jogo dando um poder para o Exílio, mas o plano não saiu conforme o combinado e a equipe Esmeralda conquistou a sua primeira vitória.

Exílio recebe poder do Guardião

Caique Aguiar, Vitória Bellato e Kaio Viana, que estão no Exílio, ganharam a primeira chance de influenciarem o jogo da Vila. O Guardião deu para eles o poder de montar um dos grupos e escolher o seu comandante, que jogaria contra a equipe de Raphael Sander, que liderou a equipe Ametista após vencer o último Desafio de Sobrevivência.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Enquanto isso, os participantes da Vila se aqueciam para mais uma Prova em Equipes e especulavam o jogo. Nakagima tentou adivinha quem o ator escolheria para ser o mandachuva do time rival caso tivesse esse poder e Ste Viegas opinou: “Se ele [Raphael] achar que o comandante não participa, acho que ele coloca o Fábio”.

Prova em Equipes é marcada por manobras do Guardião

O Guardião trabalhou bastante no episódio desta segunda-feira (1). O misterioso personagem encontrou os exploradores na área da Prova em Equipes e jogou uma bomba no coloco de Kaik, que venceu a dinâmica na semana anterior, portanto ainda tinha poderes de comandante.

“Atenção exploradores, as equipes desse ciclos já estão formadas. Ste, Kaik e Whendy, vocês farão parte de uma equipe que será liderada pela comandante Jaciara. Todos os outros exploradores automaticamente passam a ser da equipe do comandante Raphael”, leu Mariana Rios, que anunciou que Kaik tinha a chance de usar o Colar da Proteção e cancelar o poder.

Esperto, Kaikinho anulou a estratégia do Exílio e ganhou o poder de escolher o integrantes da equipe Esmeralda incluindo o Líder. Com isso, ele, Jaciara Dias, Fábio Braz, Nakagima foram comandados por Bruno Sutter. Do outro lado, Solange Gomes, Ste e Whendy ficaram sob a responsabilidade de Raphael.

O Guardião dificulta a vida dos exploradores na Prova em Equipes

Na Prova em Equipes desta segunda-feira (1), as equipes jogariam em momentos diferentes e a vitória seria definida no tempo de execução da dinâmica, na qual os integrantes do grupo precisavam desamarrar 16 bolas presas em varal de nós, se jogar no mar e nadar até uma plataforma para entregar os objetos para o participante responsável por arremessá-las em quatro cestas, duas em cada. Por fim, o arremessador deve nadar até a praia e encaixar a bandeira na estrutura para concluir a atividade.

Mas o Guardião trouxe mais novidades para os competidores. Depois do super poder dos exilados, que foi tombado pelo Colar da Proteção, o misterioso morador da Ilha Record 2 chegou com os Pergaminhos do Destino para dificultar a vida de uma equipe e facilitar a de outra.

Cada comandante escolheu o seu pergaminho e novas mudanças aconteceram. Bruno recebeu a simples tarefa de trocar um participante de sua equipe com de seu rival e assim Jaciara foi para o grupo Ametista e Ste para o Esmeralda. O cantor teve de escolher ainda um membro de sua equipe para não participar do jogo e a ficante de Nakagima ficou de fora da disputa. Já a equipe de Raphael ganhou uma dificuldade a mais. Na última etapa da prova, ao invés duas, o time tinha que acertar três bolas em cada cesta.

Solange paralisa de medo e Fábio se enrola nos nós

A equipe Ametista jogou primeiro. O comandante Raphel determinou que Whendy seria arremessadora. O trio que ficou na praia apertou o cronômetro e partiu para desamarrar as bolas. Os participantes até que foram rápidos nessa etapa, mas levar as bolas para a plataforma e acertá-las nas cestas foi um problema.

Solange ficou com medo de avançar no mar e paralisou pouco depois da areia. Já a ex-panicat teve dificuldades para encestas os objetos, além disso ela precisava acertar quatro bolas a mais do que a outra equipe, mas ainda assim eles foram até o fim e concluíram a tarefa.

Na equipe Esmeralda, Fábio teve certa dificuldade para desatar os nós e recebeu a ajuda do comandante. O trio que ficou na areia desatou todos os nós, liberou as bolas e só depois colocaram elas nas redes para transportá-las até Nakagima que foi o arremessador. O surfista errou o alvo algumas vezes, mas foi rápido e o grupo também cumpriu a atividade.

O time Esmeralda realizou a Prova em Equipes em 12 minutos e 58 segundos, contra 31 minutos e oito segundas da Ametista que amargou a derrota da semana. A dinâmica valia três pedaços de mapas que Bruno dividiu entre ele, Fábio e Ste.

Leia mais conteúdos da Coluna e do Colunista. A cobertura completa do Ilha Record você acompanha aqui e em nosso canal no YouTube!

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade