Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Incoerente

“Contraditória”: Paulo André expõe atitudes de centavos de Linn da Quebrada no BBB 22

Para o atleta, a atriz teve posicionamentos controversos dentro do jogo

Publicado em 05/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Depois de elogiar as atitudes de milhões do amigo Arthur Aguiar no Jogo da Discórdia de segunda-feira (4), Paulo André mirou o alvo em Linn da Quebrada e falou sobre algumas incoerências que percebeu nas ações da atriz no BBB 22.

O velocista disse que em alguns momentos sentiu que a cantora quis insinuar que o marido de Maíra Cardi, Douglas Silva, Gustavo, Pedro Scooby eram machistas por em algumas oportunidades montarem um VIP só com os homens da casa mais vigiada do Brasil.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“Uma [situação] que faz tempo é na qual ela queria vestir uma roupa na gente que não cabia. Ela veio até mim e questionou o por quê eu tinha levado só homens pro vip. E assim, a gente provou todos os dias que essa roupa não cabe na gente e que não é sobre isso. […] O meu vip só tem homens mas não é sobre isso, é sobre pessoas que eu tenho aliança, sobre conexões”, justificou o atleta.

P.A. disse ainda que teve uma atitude incoerente ao rir do momento em que ele tirou Eslovênia e Lucas do VIP por causa do castigo do Monstro, mas depois usou a situação para indicar o atleta para o Paredão na semana em que Silva, Scooby e ele abriram mão da liderança por ela.

“Quando eu dou o monstro pra Eslô e pro Lucas, ela fica curtindo, até então suave. Se fosse diferente, ela viria assim ‘não gostei’. Na indicação, o texto dela estava perfeito, mas no momento em que ela fala que minha atitude interfere na liderança, ela foi contraditória. […] Ela no ao vivo, faz ao contrário do que fez ali dentro”, concluiu Paulo André.

Lina rebateu as alegações do colega: “Talvez eu tenha sido contraditória sim, talvez eu devesse ter exposto melhor, mas acho que isso é a sua expectativa. Me parece que você quer que eu fale as coisas como você quer ouvir. […] Se eu falei esse argumento, era porque eu precisei justificar pra mim, porque eu não queria [indicar você]”.

A sister continuou a sua defesa: “Você me procurou pra gente conversar, falou sobre essa roupa que não cabia [machismo], em momento nenhum eu sinto que fui taxativa. Eu falei sobre como eu estava me sentindo”.

Leia mais conteúdos desse colunista. Fique por dentro da cobertura completa do Big Brother Brasil 22  no Observatório da TV e em nosso canal no YouTube!

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....