"ESFRIA A CABEÇA"

André dá toque em Cezar sobre ofender mulheres em A Fazenda 15 e o peão rebate: “O erro partiu delas”

O ator aconselhou o enfermeiro a não confrontar as peoas em pleno outubro rosa

Publicado em 02/10/2023

Na manhã desta segunda-feira (2), André Gonçalves decidiu conversar com Cezar Black sobre as ofensas que Shayan Haghbin e ele dispararam contra Nadja Pessoa e Jaquelline na noite domingo (1) após a cantora causar uma punição proposital em A Fazenda 15.

Durante o confronto, o enfermeiro disse que a cantora tinha o “espírito ruim” e o empresário chamou a ex-Power Couple de “cobra” durante uma discussão que envolveu Alícia X.

O ator elogiou a postura do colega no programa, mas o aconselhou a não entrar em conflitos com as mulheres da casa, sobretudo quando estiver nervoso.

“Você é um cara de coração gigante, você tem se mostrado um cara justo […] Hoje, o principal conselho que eu recebi foi exatamente sobre isso. A gente não deve, de maneira nenhuma, confrontar ou criar um debate com alguém da ala feminina quando a gente tá de cabeça quente. Esfria a cabeça, respira, abre o seu coração e faz aquilo que o teu coração mandar”, orientou o ex-marido de Danielle Winits.

O fazendeiro da semana disse que todos cometem erros e pediu para que o colega tome suas decisões de cabeça fria, ainda mais em pleno outubro rosa, mês de prevenção do câncer de mama, quando o foco está voltado para os direitos e a saúde da mulher.

“O Então, como eu, como você, como tantos outros, nós vamos cometer deslizes, nós vamos. Como é outubro rosa, eu acho que vale a pena, a gente guarda pra gente, depois lá fora você pode falar com ela, como você quiser, pode chamar um advogado, porque difamação não é legal, mas aqui dentro você
pode chamar para conversar”
, acrescentou o artista.

André pediu ainda para que o baiano acolha as mulheres, no lugar confrontá-las: “Mas especificamente você homem e o Shay homem… a gente tem que falar: “irmãozão, abraça, acolhe, porque ela tem filho”, a maioria das mulheres aqui tem filhos, a gente tem mãe, então a gente tem que lutar para a sanidade mental, física e moral nossa e delas sejam mantidas“.

Cezar Black agradeceu aos conselhos do ator, mas se mostrou irredutível quanto ao seu posicionamento sobre Jaquelline, que tirou microfone intencionalmente para causar uma punição na casa, e Nadja Pessoa que brigou com ele e Shayan Haghbin para defender a amiga.

“Eu não vou assumir uma culpa que não carrego. Eu entendo, respeito e agradeço, mas não assumir essa culpa. Toda ação gera uma reação. Se elas [Jaquelline e Nadja] não estivessem erradas, ninguém estaria questionando. O erro partiu delas, o que eu fiz foi questionar isso. Houve um debate mais acalorado, porque a Nadja se exaltou”, argumentou o enfermeiro, que acredita que não fez nada absurdo.

“Eu não considero que houve um terror psicológico. […] O que eu fiz por mostrar que ela [Jaque] prejudicou a todos ali. Se ela colocou como terror psicológico, isso é se fazer de vítima. […]”, acrescentou o ex-BBB.

Cezar Black finalizou repetindo que as pessoas precisam arcar com as consequências de seus erros independentemente do gênero e que não vai passar a mão na cabeça de Jaquelline.

“Toda atitude, independente de ser homem o mulher, tem que ter responsabilidade com o que faz, então tem que arcar com os danos de todas ações que ela faz. Então não dá pra passar a mão na cabeça só por ser mulher. A ação dela prejudicou a todos, 24 horas sem água. Eu falar, você errou, não é terror psicológico”, completou ele.