Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Entrevista

No ar como Malagueta, Marcelo Serrado se prepara para ser protagonista de mais uma novela das 7

O ator contracenará com Paolla Oliveira na próxima trama escrita por Cláudia Souto

Publicado em 24/08/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Esta coluna conversou com exclusividade com o ator Marcelo Serrado, o Malagueta de Pega Pega. Neste papo, falamos sobre tudo. Como ele se sente revendo um dos personagens mais carismáticos de sua carreira, seu novo filme, e mais uma parceria com a autora de Pega Pega, Cláudia Souto, que está escrevendo a novela das 19h, Cara e Coragem, com estreia prevista para 2022. O ator será o protagonista da obra e contracenará com Paolla Oliveira.

KAKÁ NOVELAS – Primeiro gostaria de saber se você gosta de se ver, se fica analisando sua atuação, ou só curte mesmo.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

MARCELO SERRADO – Não fico analisando, só curto mesmo e fico vendo, me divertindo. Acho Pega Pega uma novela leve, despretensiosa. Gosto muito do que eu vejo, quando eu consigo ver. Lembro “caramba, fiz essa cena”. Me lembro dessas situações, é bem legal.  

KN – Sobre o Malagueta de Pega Pega, apesar de ser um sacana, ele tem seu lado bom também… o que você tem dele e o que ele tem de você? 

MS – Do Malagueta, acho que tenho o humor dele. Sou um cara bem humorado, mas ele tem um sarcasmo que eu não tenho. Ele é um cara muito sarcástico, muito pragmático. Sou mais sonhador nesse sentido. Tenho o pragmatismo também, mas o pragmatismo dele acho que é levado para um lado ruim.  

KN – A novela Pega Pega foi bem leve, gostosa de assistir… como era o clima nas gravações? Era assim também? Vocês se divertiam? 

MS – Bem leve, o clima era ótimo de gravações. Temos um grupo ativo até hoje, de todo mundo da novela. Com os ladrões era o maior o barato, eu estar ali com Nanda Costa, João Baldasserini e Thiago Martins. Depois, eu e Mariana Santos, muito legal. Foi uma experiência incrível, é muito legal poder rever. Gostei muito de fazer o Malagueta, agora vou repetir a parceria com a Claudia Souto na próxima novela dela.  

KN – E a Escolinha do Professor Raimundo? Como foi estar em meio a tantos comediantes…? 

MS – Foi muito legal fazer o Ptolomeu e poder fazer o Crô também. Rever o Crô na ‘Escolinha’ é uma daquelas coisas que você zerou. Para mim, zerou. Foi incrível estar do lado de colegas que admiro muito e de grandes amigos. Eu olhava, atrás de mim tinha o Evandro Mesquita, do lado o Marco Ricca, na minha frente o Ângelo Antônio. Era isso, o nível era esse. Grandes atores, grandes colegas. Foi uma diversão e um prazer estar perto de gênios e atores maravilhosos, comandados pelo Bruno Mazzeo, meu amigo, e pela Cininha de Paula, diretora.  

KN – Conte para gente sobre seu novo filme, “Dois mais Dois”, seu personagem, história… por que a galera vai gostar de assistir? 

MS – O filme é uma comédia romântica ácida, hilário, divertidíssimo. A direção é do gênio Marcelo Saback, que só faz sucesso. E esse elenco, que é um elenco que você pediu a Deus, Carol Castro, Roberta Rodrigues e Marcelo Laham. São feras, atores que admiro muito. E a história é de um casal que está vivendo uma relação morna, e tem um casal que tem uma relação mais picante e propõe a eles de ir a uma casa de swing, que eles vão curtir. Chega lá, as coisas não acontecem muito como eles imaginam, tem situações hilárias. Vale a pena ver, não vou contar spoiler, mas é um barato. Quem quer se divertir, dar risada, vai gostar muito. 

Quer saber mais sobre novelas? Clique abaixo, ou acesse o canal do Observatório da TV no YouTube!

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....