No ar como Malagueta, Marcelo Serrado se prepara para ser protagonista de mais uma novela das 7

O ator contracenará com Paolla Oliveira na próxima trama escrita por Cláudia Souto

Publicado em 24/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Esta coluna conversou com exclusividade com o ator Marcelo Serrado, o Malagueta de Pega Pega. Neste papo, falamos sobre tudo. Como ele se sente revendo um dos personagens mais carismáticos de sua carreira, seu novo filme, e mais uma parceria com a autora de Pega Pega, Cláudia Souto, que está escrevendo a novela das 19h, Cara e Coragem, com estreia prevista para 2022. O ator será o protagonista da obra e contracenará com Paolla Oliveira.

KAKÁ NOVELAS – Primeiro gostaria de saber se você gosta de se ver, se fica analisando sua atuação, ou só curte mesmo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

MARCELO SERRADO – Não fico analisando, só curto mesmo e fico vendo, me divertindo. Acho Pega Pega uma novela leve, despretensiosa. Gosto muito do que eu vejo, quando eu consigo ver. Lembro “caramba, fiz essa cena”. Me lembro dessas situações, é bem legal.  

KN – Sobre o Malagueta de Pega Pega, apesar de ser um sacana, ele tem seu lado bom também… o que você tem dele e o que ele tem de você? 

MS – Do Malagueta, acho que tenho o humor dele. Sou um cara bem humorado, mas ele tem um sarcasmo que eu não tenho. Ele é um cara muito sarcástico, muito pragmático. Sou mais sonhador nesse sentido. Tenho o pragmatismo também, mas o pragmatismo dele acho que é levado para um lado ruim.  

KN – A novela Pega Pega foi bem leve, gostosa de assistir… como era o clima nas gravações? Era assim também? Vocês se divertiam? 

MS – Bem leve, o clima era ótimo de gravações. Temos um grupo ativo até hoje, de todo mundo da novela. Com os ladrões era o maior o barato, eu estar ali com Nanda Costa, João Baldasserini e Thiago Martins. Depois, eu e Mariana Santos, muito legal. Foi uma experiência incrível, é muito legal poder rever. Gostei muito de fazer o Malagueta, agora vou repetir a parceria com a Claudia Souto na próxima novela dela.  

KN – E a Escolinha do Professor Raimundo? Como foi estar em meio a tantos comediantes…? 

MS – Foi muito legal fazer o Ptolomeu e poder fazer o Crô também. Rever o Crô na ‘Escolinha’ é uma daquelas coisas que você zerou. Para mim, zerou. Foi incrível estar do lado de colegas que admiro muito e de grandes amigos. Eu olhava, atrás de mim tinha o Evandro Mesquita, do lado o Marco Ricca, na minha frente o Ângelo Antônio. Era isso, o nível era esse. Grandes atores, grandes colegas. Foi uma diversão e um prazer estar perto de gênios e atores maravilhosos, comandados pelo Bruno Mazzeo, meu amigo, e pela Cininha de Paula, diretora.  

KN – Conte para gente sobre seu novo filme, “Dois mais Dois”, seu personagem, história… por que a galera vai gostar de assistir? 

MS – O filme é uma comédia romântica ácida, hilário, divertidíssimo. A direção é do gênio Marcelo Saback, que só faz sucesso. E esse elenco, que é um elenco que você pediu a Deus, Carol Castro, Roberta Rodrigues e Marcelo Laham. São feras, atores que admiro muito. E a história é de um casal que está vivendo uma relação morna, e tem um casal que tem uma relação mais picante e propõe a eles de ir a uma casa de swing, que eles vão curtir. Chega lá, as coisas não acontecem muito como eles imaginam, tem situações hilárias. Vale a pena ver, não vou contar spoiler, mas é um barato. Quem quer se divertir, dar risada, vai gostar muito. 

Quer saber mais sobre novelas? Clique abaixo, ou acesse o canal do Observatório da TV no YouTube!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio