Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Esporte

Renata Silveira estreia como narradora de futebol na TV Globo

A estreia acontece na semifinal da Supercopa Feminina entre Flamengo e Grêmio

Publicado em 08/02/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A tarde desta quarta-feira, dia 9, será especial na carreira de Renata Silveira e para a história da Globo. A mulher, que já foi pioneira na narração em jogos de Copa do Mundo, e em partidas da seleção brasileira masculina, vai comandar um jogo na TV aberta.

A princípio, esse momento inédito acontece na transmissão da TV Globo do duelo entre Flamengo x Grêmio, pela semifinal da Supercopa do Brasil Feminina. Em suma, a exibição para todo o país será a partir das 15h30. Quem vencer estará na decisão.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Time de peso para a transmissão da partida

Em caso de empate, a vaga será decidida nos pênaltis. Renata terá a seu lado os comentaristas Junior, Renata Mendonça e Fernanda Colombo. Por conta da partida, a TV Globo não exibe a Sessão da Tarde. O sportv também mostra o confronto, com a narração de Jader Rocha e comentários de Paulo Vinicius Coelho.

Ricardinho e Sandro Meira Ricci também estão confirmados como comentaristas. As semifinais da primeira edição da Supercopa do Brasil Feminina serão um dos assuntos do episódio desta semana do podcast Rodada Tripla. A apresentadora Bárbara Coelho, a comentarista Ana Thaís Matos e as jornalistas Amanda Kestelman e Michelle Gama relembram como foram as quartas de final.

Definição de finalistas

Além disso, elas analisam os duelos que definirão os finalistas do torneio. Na edição desta quarta-feira do Globo Esporte, a repórter Débora Gares conversa com algumas jogadoras do time feminino do Flamengo. Ela vai mostrar o tratamento diferenciado e extremamente educado do novo técnico da equipe, o português Luis Andrade. 

Mais tarde, às 18h, Corinthians e Real Brasília-DF definem o segundo finalista do torneio, com transmissão ao vivo do sportv. Milton Leite conta a história da partida, com os comentários de Ana Thaís Matos, Paulo César Vasconcellos e Sálvio Spínola, responsável pela Central do Apito. A decisão acontece no domingo, dia 13, às 10h30, com transmissão ao vivo para todo o Brasil na TV Globo e no sportv.  

Entrevista com Renata Silveira

Você tem uma ligação forte com o pioneirismo. Foi a primeira mulher a narrar uma decisão de Copa do Mundo e a pioneira nos canais sportv e Premiere. E agora, na TV Globo, ainda bate aquele friozinho na barriga?

“Sinto esse frio na barriga até hoje, quando vou entrar para fazer os jogos ao vivo. Mas é um nervosismo positivo, porque mostra que sinto a importância de cada evento ou jogo. Claro que na estreia na TV Globo vai ser um friozão (risos), a expectativa é grande. Ainda bem que eu soube da estreia com antecedência, para poder me preparar e ficar menos nervosa.” 

Como você normalmente se prepara para as partidas? 

“Costumo me preparar bastante para as transmissões, estudando informações dos times envolvidos, jogadores e a competição. A pesquisa aumenta quando se trata de uma competição nova ou de um clube que eu nunca tenha trabalhado nas transmissões. Costumo falar que se não estudar, nem entro para fazer a transmissão. Já li sobre a Supercopa, a movimentação do mercado no futebol feminino e consultei as assessorias dos clubes, que sempre nos passam informações interessantes e detalhes das jogadoras. Tenho também um cuidado com a voz. No dia da transmissão, faço alguns exercícios antes do jogo, procuro me alimentar de forma saudável e ingerir bastante líquido.” 

Vencedora de um concurso

A Renata de 2014, que venceu um concurso e estreou na Rádio Globo, imaginava que um dia estaria vivendo este momento na carreira, como a primeira mulher a narrar futebol na TV Globo?

“A Renata de 2014 na verdade não imaginava nem ser narradora. Quando tudo começou e, mesmo tendo a oportunidade de narrar uma Copa do Mundo pela Rádio Globo, era uma realidade muito distante. Comecei a gostar da narração a partir dali. Até então nunca tinha imaginado fazer isso, talvez por não ter visto nenhuma mulher narrando futebol. Mas fato é que naquele começo nunca imaginaria que chegaria aonde estou hoje.”

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....