Jornada ESG

Falas de Orgulho tem apresentação de Leilane Neubarth na edição de 2024

Para este ano a TV Globo também planeja uma edição sobre PcD

Publicado em 03/06/2024

Para o dia 21 de junho, logo depois do Globo Repórter, a TV Globo programa a exibição de Falas de Orgulho, integrante do Projeto Falas, com especiais sobre as principais efemérides do ano, a exemplo de Falas Negras e Falas Femininas, entre outros. A apresentação é de Leilane Neubarth.

A jornalista vai conduzir o espectador a uma jornada provocativa que joga luz, por meio de experimentos sociais, à falta de oportunidades de trabalho e à luta por direitos que as pessoas LGBTQIA+ enfrentam.

“Para mim, como jornalista bissexual, é muito importante poder emprestar minha credibilidade, de mais de 40 anos informando os brasileiros sobre os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo, para levar ao país a realidade da nossa comunidade LGBTQIA+”, diz Leilane.

Com direção artística de Antonia Prado e roteiro de Veronica Debom, o Falas de Orgulho é “um convite para que a sociedade reveja seus conceitos e reflita sobre as situações de medo e desrespeito que as pessoas LGBTQIA+ passam simplesmente por serem quem são”, conforme comunicado da emissora.

Em 2024, Falas de Orgulho será o terceiro especial do Projeto Falas, série que se alinha com a jornada ESG da Globo e celebra datas importantes, com propostas de reflexão e transformação. O primeiro foi Falas Femininas, exibido no Dia da Mulher (8 de março), e o segundo, Falas da Terra, apresentado em 15 de abril em celebração ao Dia dos Povos Indígenas (19 de abril). 

Estão previstos mais três programas, que vão ao ar nas datas sociais que marcam o Dia de Luta da Pessoa com Deficiência (21 de setembro), que será produzido pela primeira vez pela emissora; o Dia do Idoso (1º de outubro); e o Dia da Consciência Negra (20 de novembro).