Trama de época

Repleta de estrelas, novela budista premiada ganha nova chance na Globo

Produção de Duca Rachid e Thelma Guedes tem muitas qualidades

Publicado em 14/10/2023

Uma novela que abordou o budismo e foi premiada internacionalmente ganha uma nova chance na Globo. Joia Rara, exibida entre 2013 e 2014, será atualizada no Globoplay.

Parte do projeto Originalidade, a trama exibida às 18h ganha melhor qualidade de imagem, abertura e vinhetas de intervalo a partir do dia 16 de outubro.

Escrita pela dupla Duca Rachid e Thelma Guedes, a produção contou um elenco estrelar, digno de horário nobre. De época, uniu uma série de temas distintos e importantes.

Novela Joia Rara será atualizada

Joia Rara foi a quarta novela das autoras, que estavam em alta na Globo após o sucesso de Cordel Encantado. Por isso, elas contaram com a conceituada Amora Mautner (recém saída de Avenida Brasil) na direção e tiveram à disposição uma série de atores renomados.

Encabeçada por Bruno Gagliasso e Bianca Bin, a trama foi ousada ao abordar o budismo, uma doutrina filosófica milenar comum no oriente. Tanto que as primeiras cenas foram feitas no Nepal, na região do Himalaia, na Ásia.

Fruto do amor de Franz (Bruno) e Amélia (Bianca), a pequena Pérola, papel de Mel Maia, era vista como a reencarnação de Ananda, um dos principais discípulos de Buda, símbolo máximo do budismo. A joia rara no título se refere à menina, que com o seu amor conseguiu redimir o grande vilão da trama: Ernest (José de Abreu), pai de Franz e seu avô.

Além do budismo, Joia Rara abordou também o mundo em plena Segunda Guerra Mundial. Ernest, aliás, era um homem inescrupuloso declaradamente nazista, que perseguia os comunistas, principalmente Mundo (Domingos Montagner), que perdeu sua noiva, Iolanda (Carolina Dieckmann) para o vilão.

A novela contou também com um cabaré, em que se apresentavam grandes beldades. Mariana Ximenes e Letícia Spiller faziam parte desse núcleo como as rivais Aurora e Lola.

Cena da novela Joia Rara
Pérola (Mel Maia) em cena da novela Joia Rara (Foto: Reprodução/ Globo)

Com um grande elenco, o folhetim tinha personagens bem interessantes, como Sílvia (Nathalia Dill), Toni (Thiago Lacerda), Sonan (Caio Blat), Frau Gertrude (Ana Lúcia Torre) e Gaia (Ana Cecília Costa). Além dos mencionados, destaque para Carmo Dalla Vecchia, Rafael Cardoso, Reginaldo Faria, Marcos Caruso, Nicette Bruno, Rosi Campos, Norma Blum, entre outros.

Com tantas qualidades, Joia Rara venceu o Emmy Internacional de Melhor Telenovela em 2014, título conquistado por poucas produções da Globo, como Lado a Lado e Império.

Por outro lado, a história lenta e o clima soturno prejudicaram a novela, que teve uma audiência ruim. Foram apenas 18,4 pontos na Grande São Paulo, três a menos que a antecessora, Flor do Caribe. Depois, a faixa enfrentou uma crise lascada, com as sucessoras abaixo da média. O horário só voltou ao normal com o fenômeno Êta Mundo Bom!, em 2016.