Triste fim

Quem mata Firmino e Belarmino na primeira fase de Renascer? Coronéis têm final trágico

Os vilões morrem de forma misteriosa, para a alegria de José Inocêncio

Publicado em 24/01/2024

Armar contra José Inocêncio (Humberto Carrão) custa caro para Firmino (Enrique Diaz) e Belarmino (Antonio Calloni) em Renascer. Os dois coronéis têm um final trágico.

Vítima de várias tocaias, o protagonista decide se vingar. Primeiro, ele ameaça Belarmino, que decide fazer o serviço sujo com suas próprias mãos.

Sem noção, ele dá um tiro em Inocêncio e vê o rival cair, mas não confere se ele está morto. Felizmente, o coronelzinho não morre e arma um bom plano.

Inocêncio finge que está morto e manda que os amigos façam o velório. Vitorioso, Belarmino visita o “morto” e confessa o que fez. Nessa hora, o protagonista levanta, dá um susto no vilão e o obriga a vender suas terras para ele.

Belarmino (Antonio Calloni) em Renascer
Belarmino Antonio Calloni em Renascer

Humilhado e destruído, Belarmino cura a raiva em cima do outro coronel. O marido de Nena (Quitéria Kelly) mata Firmino sem dó nem piedade.

Depois, ao voltar para casa, ele é atingido por três tiros. A cena não deixa claro, mas José Inocêncio mata Belarmino. Ele só assume o crime anos depois, durante uma conversa com o pastor Lívio (Breno da Matta).

Entretanto, o mocinho não tem culpa da morte de Firmino, mas mesmo assim é vítima da vingança de Egídio (Vladimir Brichta), o filho mau-caráter do asqueroso.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade