Nova versão

Primeira fase do remake de Renascer terá diversas mudanças em relação à versão de 1993

Bruno Luperi destaca como será o início da adaptação da trama

Publicado em 12/12/2023

A primeira fase de Renascer terá diferenças importantes em relação à versão original de 1993. Segundo Bruno Luperi, autor do remake, o início ganhará oito capítulos a mais.

Já está definido que agora serão treze episódios, inclusive com novos personagens, como Cândida (Maria Fernanda Cândido) e o coronel Firmino (Enrique Diaz).

Luperi usou como base o roteiro original de Renascer, mas antes a primeira fase contou com apenas cinco capítulos, com muitas cenas transformadas em flashbacks.

Além disso, o autor incluiu a praga do cacau logo no começo. A vassoura-de-bruxa, que afetou a plantação de José Inocêncio (Humberto Carrão/Marcos Palmeira), vai aparecer no início e causar grande impacto na vida do protagonista.

Bruno Luperi
Bruno Luperi, o autor de Renascer

Outro desafio para Luperi será a inclusão da tecnologia na novela. Segundo o dramaturgo, a nova Renascer terá muitas mudanças, considerando o tempo, o comportamento dos personagens, entre outros detalhes e pautas pertinentes à sociedade atual.

“A nossa novela fala de um Brasil profundo. Eu tentei ao máximo recriar essa fotografia que ele [Benedito] fez. Além disso, eu quis apresentar um retrato pra gente evoluir junto. Tem muita coisa que não funciona pra esse tempo”, revelou durante coletiva de imprensa.

Renascer tem estreia prevista para o dia 22 de janeiro, no lugar de Terra e Paixão. A primeira chamada da produção será exibida no dia 21 de dezembro (quinta-feira). A trama, eternizada por Benedito Ruy Barbosa, é adaptada por Bruno Luperi e tem direção artística de Gustavo Fernandez.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade