Heroína

Lucy Ramos vive mulher sonhadora que sofre nas mãos do marido vilão em Amor Perfeito

Atriz interpreta mocinha que tem filho adotivo rejeitado pelo cônjuge, Ciro Albuquerque

Publicado em 13/03/2023

Lucy Ramos encara um grande desafio em Amor Perfeito, próxima novela das seis da Globo. A atriz interpreta Lívia na trama, uma mulher sonhadora que sofre nas mãos do marido vilão.

De volta à TV após estourar em A Dona do Pedaço, a atriz vive mais uma mocinha. Mas a personagem vai penar bastante na trama, principalmente para defender o filho adotivo.

Responsável pelo salão de beleza do Grande Hotel, ela vive um casamento infeliz com Ciro Albuquerque (Beto Militani), o delegado mau-caráter da cidade Águas de São Jacinto.

Ambicioso e de pouco caráter, Ciro é aliado de Gilda (Mariana Ximenes) e contribui para a prisão e condenação de Marê (Camila Queiroz), acusada injustamente de matar o próprio pai.

Filho adotivo

Em Amor Perfeito, Lívia e Ciro são pais de Tobias (Davi Queiroz), uma criança alegre que foi adotado e chegou à família quando tinha dois anos de vida. O pequeno tem grande admiração pelo pai que o despreza, por não ser seu filho biológico. 

Por outro lado, Lívia é uma mulher meiga, de grande instinto maternal e infeliz no casamento. Sem conseguir engravidar, convenceu o marido a adotar o filho, mesmo contra a vontade dele.

Ciro (Beto Militani), Lívia (Lucy Ramos) e Tobias (Davi Queiroz)
Ciro (Beto Militani), Lívia (Lucy Ramos) e Tobias (Davi Queiroz)

A personagem vai comer o pão que o diabo amassou nas mãos do marido, em uma abordagem sobre a violência doméstica na novela de época, ambientada entre as décadas de 1930 e 1940.

“Espero que o público receba a Lívia com muita empatia e acolhimento, ela tem muitos pontos de identificação, principalmente com as mulheres, do sonho de ser mãe, a adoção, o relacionamento com o marido não muito saudável”, afirma Lucy. 

Amor Perfeito estreia dia 20 de março no lugar de Mar do Sertão. A novela é criada e escrita por Duca Rachid e Júlio Fischer com direção artística de André Câmara. A obra é escrita com Elísio Lopes Jr, com a colaboração de Dora Castellar, Duba Elia e Mariani Ferreira. 

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade