Polêmica

Globo não paga direitos de atores por reprises? Nívea Stelmann diz o contrário

Baixa remuneração dada aos atores por reapresentações entrou em discussão

Publicado em 09/07/2024

O anúncio da reprise da novela Viver a Vida pelo Canal Viva levantou uma grande polêmica. Mateus Solano, que viveu gêmeos na trama, reclamou sobre os direitos dos atores durante as reapresentações. O ator disse que a emissora vai faturar muito, ao contrário dos artistas. “Quanto será que o canal Viva vai faturar? E nós, os intérpretes? Direito autoral não é favor”, comentou.

A discussão não é antiga e sempre foi pontuada pela atriz Maria Zilda. Ela já reclamou que o valor recebido por reprises é baixo, cerca de 200 reais. Enquanto isso, os canais aumentam sua renda com publicidade e assinaturas.

Enquanto Mateus Solano ganhou o apoio de alguns colegas, como Sérgio Marone, que expôs a Globo e a Record TV, Nívea Stelmann discordou e afirmou que recebe tudo certinho.

Em uma entrevista ao podcast Inteligência, ela disse que a Globo é uma empresa muito correta. “Da Globo eu não posso reclamar. É uma empresa correta, que paga tudo certinho. Eu tenho que deixar bem claro, é uma emissora corretíssima. Eles vendem a novela pra China, pinga na conta. Eles pagam. Seja quanto for. Seja dez dólares, eles pagam. Reprisa, eles pagam”, destacou.

O ator Mateus Solano
O ator Mateus Solano

Nívea disse ainda que tem problemas com a Record, em que ela precisa ficar cobrando. Vale destacar que a emissora praticamente vive de reprises, sobretudo de novelas bíblicas. “Tem que ficar brigando, insistindo, cobrando… É um parto!”, disparou.

Em meio à polêmica, o Sindicato dos Artistas e Técnicos do Rio de Janeiro (Sated/RJ) anunciou que vai acionar a Justiça contra a Globo, com o objetivo de aumentar os valores pagos pelas reexibições.

A categoria busca maior reconhecimento dos artistas durante as reprises, que recebem seus direitos, mas os valores são considerados baixos. Segundo Hugo Gross, presidente do Sindicato, “a Globo vem tratando com muito desdém os profissionais que fizeram a emissora ser campeã de audiência”.