Marcou época

Fenômeno mundial, novela de época clássica será (finalmente) resgatada pela Globo

Trama foi exibida em mais de 100 países e faz sucesso até hoje

Publicado em 01/10/2023

Considerada o maior fenômeno da teledramaturgia mundial, a novela Escrava Isaura será resgatada pela Globo. Depois de tantos pedidos, finalmente a clássica trama exibida em 1976 ganha uma chance no Globoplay.

Estrelada por Lucélia Santos, a produção chega à plataforma de streaming da emissora no mês de outubro. Será parte do Projeto Resgate, disponibilizada na íntegra, com todos os capítulos.

Escrava Isaura no Globoplay

Inspirada na obra homônima de Bernardo Guimarães, Escrava Isaura foi adaptada por Gilberto Braga e dirigida por Herval Rossano.

A trama teve 100 capítulos e foi exibida no horário das seis. Era o início de uma trajetória aclamada e até então surreal.

Para se ter ideia, Escrava Isaura é considerada o maior sucesso mundial quando se trata de teledramaturgia. Foi transmitida em mais de 100 países e influenciou até nos hábitos e na cultura de nações como China, Rússia e Cuba.

Rubens de Falco e Lucélia Santos em Escrava Isaura, de 1976 (Reprodução/TV Globo)
Rubens de Falco e Lucélia Santos em Escrava Isaura, de 1976 (Reprodução/TV Globo)

Lucélia Santos, que estrelou a novela, ainda é reconhecida em vários lugares. “Eu tinha muito a determinação de vencer na carreira como atriz e ter meu trabalho reconhecido, mas nunca deixei que a fama e o estrelato subissem à minha cabeça”, disse a artista.

A atriz, que tem 66 anos atualmente, fez par com Edwin Luisi (Álvaro) e penou nas mãos de Rubens de Falco (o grande vilão Leôncio).

Tamanho sucesso fez Escrava Isaura ser reprisada cinco vezes na Globo. Além disso, a história ganhou uma adaptação na Record TV, em 2004, estrelada por Bianca Rinaldi, um marco na teledramaturgia da emissora que também encantou o público.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade