Elisa Lucinda relembra parceria com Regina Duarte e lamenta mudança da atriz: “Hoje não a reconheço”

Atrizes trabalharam juntas em Páginas da Vida

Publicado em 29/12/2021 17:36
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A reprise de Páginas da Vida no Canal Viva deixou Elisa Lucinda nostálgica. A atriz fez um longo texto em seu Instagram relembrando a trama, sobretudo a parceria com Regina Duarte.

Na produção, a veterana interpretou a médica Selma, melhor amiga da protagonista Helena. Segundo Elisa, foi mais uma parceria de sucesso com o autor Manoel Carlos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Minha personagem, dra. Selma, era a maior amiga de dra. Helena, vivida por Regina Duarte, pessoa cuja história passada se confunde com a da televisão brasileira. Nossa parceria nasceu em Mulheres apaixonadas, também escrita pelo maravilhoso Manoel Carlos, nosso Maneco“, destacou.

A atriz relembrou com carinho o trabalho e não poupou elogios a Regina. “Regina foi impecável comigo como colega e amiga. Veterana de câmeras de TV e desta arte, me deu altos toques do oficio. Amorosa, generosa, nada discriminativa com colegas e outros funcionários, estrelismo zero, despontava linda e aquariana de sandália havaiana no Projac distribuindo sorrisos”, escreveu.

Conversávamos tanto, falávamos poesias, ríamos muito e adorávamos uma liquidação de vestidos, principalmente. Nos apresentando seus amigos, ofereceu jantares em suas casas em Sampa e no Rio pra mim para homenagear nossas peças em cartaz nestas praça”, lembrou.

A atriz Elisa Lucinda em Páginas da Vida (Reprodução/Globo)

De ídolo a decepção

Elisa fez questão de salientar que sempre admirou Regina, principalmente pelo trabalho na série Malu Mulher. Entretanto, hoje em dia virou uma decepção. Entre os principais motivos, está seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

Hoje não a reconheço. Sei que a vida não é estática, a vida é mutante e está sujeita à todas as intempéries e experiências emocionais que afetam nossa subjetividade. Fica a certeza de que nós duas vivemos naquela época uma linda encadernação de amizade, cumplicidade, intimidade e cooperação, creiam-me“, escreveu.

Ademais, Elisa relatou que prefere destacar as coisas boas, como a grande parceria entre elas na novela. Além disso, ela lembrou da abordagem do racismo feita em Páginas da Vida. Em determinado momento da trama, Selma passa a ser discriminada pela enteada, Gabriela (Carolina Oliveira).

“Nesta novela onde contracenamos muito e batíamos ótimas bolas, Maneco colocou em discussão o racismo da minha enteada na trama, que não aceitava sequer um pão vindo de minhas mãos. Foi um choque o assunto no horário nobre vindo pela boca de uma criança. É isso. Só um tbt bom de lembrar que há obras que valem a pena vermos de novo”, finalizou.

Veja a postagem da atriz:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio