Justiça

Cadeia de Canta Pedra fica pequena com tanta gente presa no final de Mar do Sertão

Deodora e outros criminosos são denunciados e punidos

Publicado em 05/03/2023

A reta final de Mar do Sertão será marcada pela prisão de uma série de personagens. Felizmente, a justiça será feita e várias figuras vão parar atrás das grades após cometerem crimes. Assim, a cadeia da cidade de Canta Pedra fica pequena para receber tantos larápios.

O primeiro a ser acusado é Mirinho (Lucas Galvino). O filho de Timbó (Enrique Diaz) paga caro por se juntar aos corruptos da Prefeitura. Sem noção, ele assina um documento que prova seu envolvimento no desvio de recursos do local. Isso é suficiente para deixar o rapaz encrencado.

Entretanto, no final da novela das seis, todos os ladrões são pegos. Floro (Leandro Daniel) também é denunciado, assim como Vespertino (Thardelly Lima). Quem abre a boca e revela os crimes dos bandidos é a assessora Aleluia (Jade Sassará).

Vespertino (Thardelly Lima) em Mar do Sertão
Vespertino (Thardelly Lima) em Mar do Sertão

Fim da linha

Quem também paga caro por suas armações é Sabá Bodó (Welder Rodrigues). O corrupto prova que não mudou nada e acaba condenado tanto por ter roubado a cidade quanto por poluir o açude de Canta Pedra. Para piorar a situação, até Nivalda (Titina Medeiros) pode ser incriminada por ser cúmplice do larápio.

O momento mais esperado de Mar do Sertão, porém, será a prisão de Tertulinho (Renato Góes) e Deodora (Débora Bloch). O traste é acusado de matar Noé (Marcelo Adnet), mas Tertúlio (José de Abreu) assume o crime e vai parar atrás das grades.

Nivalda (Titina Medeiros) e sua família em Mar do Sertão
Nivalda (Titina Medeiros) e sua família em Mar do Sertão

Todavia, o grande rival de José (Sérgio Guizé) será denunciado por outro delito: encomendar a morte do marido de Candoca (Isadora Cruz). Quem descobre tudo e faz justiça é Xaviera (Giovana Cordeiro). Em meio à detenção, o traste pode se redimir.

Já a detenção de Deodora vai lavar a alma do público. Finalmente, a megera paga por ter desviado dinheiro da Prefeitura e por contratar um matador para acabar com José. Mas, mesmo no xilindró, ela não perde a pose, diz que não se arrepende de nada e ainda exige tratamento diferenciado.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade