Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Por onde anda?

Após Alma Gêmea, Priscila Fantin fez poucas novelas e sumiu da Globo

Eterna Serena, atriz recusou papéis e deixou a emissora para focar em novos projetos

Publicado em 29/01/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A novela Alma Gêmea estreia dia 31 de janeiro no Canal Viva em mais uma reprise. O público vai acompanhar a história de Serena, a protagonista da trama vivida por Priscila Fantin.

A índia considerada a reencarnação de Luna (Liliana Castro) é uma das principais personagens da atriz. Ela foi escalada para o papel após o sucesso como a vilã Olga, em Chocolate com Pimenta.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Assim como a antagonista, Serena também caiu no gosto do público. A parceria com Walcyr Carrasco (autor da obra) rendeu outro papel principal para a atriz – a Beatriz de Sete Pecados.

Entretanto, a primeira novela de Carrasco às 19h foi bastante problemática. Terminou com boa audiência, mas parece ter deixado Priscila esgotada, tanto que ela decidiu dar um tempo nas novelas.

Na época, a atriz alegou cansaço por estar tanto tempo nos holofotes. Antes de Sete Pecados, recusou o papel de Alice em Páginas da Vida, personagem vivida por Regiane Alves.

Adiante, Priscila disse não para papéis em A Favorita, Caminho das Índias e Caras e Bocas. Cansada das novelas, revelou em entrevistas posteriores que pensou até em desistir da televisão.

Priscila Fantin em Alma Gêmea (Reprodução/Globo)

Retorno e reconciliação com Walcyr Carrasco

Desde que surgiu em Malhação, a atriz encarou papéis de destaque nas novelas. Por isso, quis um tempo para descansar.

Não tinha tempo de me cuidar, de fazer nada por mim. Senti, depois de um tempo, uma defasagem absurda. Tinha conquistado muita coisa profissionalmente, mas emocionalmente tinha parado nos 16 anos, precisava de histórias para viver“, contou Priscila em uma entrevista.

Após Sete Pecados, desagradou Walcyr Carrasco por recusar viver Dafne, a protagonista de Caras e Bocas. O papel ficou com Flávia Alessandra e a novela fez um estrondoso sucesso.

Rumores revelam que o autor ficou bravo e decidiu dar um tempo de Priscila em suas novelas. A própria atriz comentou a polêmica. “Ele sabe que eu o admiro e que sou muito grata a ele. Serena, de Alma Gêmea, foi um dos meus grandes papéis. Tivemos uma parceria de muito tempo. Acho que ele entendeu a necessidade que eu tinha. Ele queria que eu tivesse aceitado, ficou chateado de eu não fazer parte do time“, disse.

Além disso, o dramaturgo viu Priscila entrar na substituta de Caras e Bocas. Ela foi convencida a voltar às tramas em Tempos Modernos. Na fracassada novela de Bosco Brasil, viveu a antagonista Nara.

Depois de um papel pouco lembrado, a Globo entendeu a necessidade da atriz em dar um tempo. A partir daí, ela foi escalada apenas para séries e participações especiais. Mas seu retorno às novelas aconteceu justamente em uma obra de Carrasco.

A “reconciliação” com o autor veio em Êta Mundo Bom!, em 2016. Priscila viveu a vilã Diana, que começou perversa e depois se redimiu. A trama foi aclamada e se tornou um fenômeno até na reprise.

Priscila Fantin (Reprodução/Globo/Instagram)

Fora da Globo e novos projetos

Atualmente, Priscila Fantin não tem mais contrato fixo com a Globo. Por isso, ela “sumiu” da emissora, como muitos telespectadores dizem.

Mas nada impede da atriz acertar a participação em novas produções da emissora, no esquema de contrato por obra. Portanto, ela ainda pode ser vista nas telinhas futuramente.

“Acho que os trabalhos mais curtos são mais bem-vindos no meu caso. Quando faço algum trabalho, me dedico muito. Então, só aceitaria uma novela se fosse uma personagem que fizesse sentido para mim. Hoje, sou dona da minha carreira. Consigo trabalhar e estar mais com a minha família. É um privilégio”, revelou ao jornal O Globo.

Atualmente, a atriz se dedica a novos projetos, como a peça “Precisamos falar de amor sem dizer eu te amo”, que estrela ao lado do marido, Bruno Lopes.

O sucesso é tanto que ela criou um podcast com o tema no YouTube. “Queríamos falar mais com nossos seguidores, que sempre mandam perguntas nas caixinhas nas redes querendo saber mais sobre a nossa vida, nossos ideais de saúde física e mental. Então, pensamos nesse formato em que poderíamos falar como pessoas físicas e dar vazão a isso, devolver o carinho das pessoas”, contou.

Sobre a reprise de Alma Gêmea, Priscila revelou que ficou muito feliz. “É uma delícia quando um trabalho reprisa. Adoro entrar em contato de novo com aquelas personagens com a cabeça que eu tenho hoje e com a vida que eu tenho hoje. Serena é um ícone da vida de muita gente”, destacou.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....