Justiceira

Aleluia abre a boca, detona corruptos e tenta redimir Mirinho em Mar do Sertão

Assessora reúne provas contra Floro e Vespertino e ganha amor na novela das seis

Publicado em 02/02/2023

Quem é Aleluia (Jade Sassará) em Mar do Sertão? A assessora da prefeitura está chamando atenção na novela das seis. Honesta, ela vai ganhar ainda mais relevância ao detonar os corruptos de Canta Pedra.

Após o afastamento de Jessilane (Giovanna Cordeiro) do poder, a moça começou a trabalhar para Floro (Leandro Daniel), que usa o cargo de prefeito para tirar vantagem.

Próxima do traste, ela começa a perceber todas as armações dele ao lado de Vespertino (Thardelly Lima). A primeira é desviar dinheiro da obra do primeiro hospital da cidade.

Aleluia (Jade Sassará) e Floro (Leandro Daniel) em Mar do Sertão
Aleluia (Jade Sassará) e Floro (Leandro Daniel) em Mar do Sertão

Fazendo justiça

Embora pareça concordar com tudo o que vê, Aleluia consegue reunir uma série de provas contra os sacanas. Tanto que a assessora terá um verdadeiro dossiê contra eles.

Tudo piora quando Deodora (Débora Bloch) entra para a gangue. Primeiro, ela vira secretária de obras. Depois, consegue dar um golpe em Floro e vira a nova prefeita da cidade.

Com o cargo alto, ela tenta fazer Aleluia de trouxa, mas a moça é mais esperta. Ao que tudo indica, ela será a responsável por acabar com os corruptos de Canta Pedra e devolver o cargo à Jessilane.

Aleluia (Jade Sassará) e Floro (Leandro Daniel) em Mar do Sertão
Aleluia (Jade Sassará) e Floro (Leandro Daniel) em Mar do Sertão

Redenção

Outro acontecimento envolvendo Aleluia tem relação com Mirinho (Lucas Galvino). A assessora vai ficar cada vez mais próxima do filho de Timbó (Enrique Diaz).

Novo secretário de Minas e Energia, ele começa a conviver com a moça e fica encantado. Sendo assim, há a possibilidade de um romance entre os dois na novela das seis.

Com o amor falando mais alto, Aleluia ajuda Mirinho a se redimir. No final da trama, ele deixa as falcatruas de lado e vira um novo homem, pronto para ajudar Timbó, e não tirar proveito da sua fortuna.