Repórter da CNN no Afeganistão passa a usar véu islâmico nas ruas

“Totalmente bizarro”, define Clarissa Ward, sobre a situação na capital, Cabul

Publicado em 16/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vestida com o hijab – o véu islâmico, que cobre a cabeça deixando apenas o rosto à mostra –, Clarissa Ward, correspondente da CNN International no Afeganistão, faz reportagens de rua na capital, Cabul. Ela define a situação como “totalmente bizarra”.

A repórter — que antes não precisava usar o acessório religioso tão completo, cobrindo todo o cabelo e pescoço (ela vestia um lenço sobre a cabeça nas tomadas externas) –, foi às ruas de Cabul. Ela registrou como a população da cidade de seis milhões de habitantes está reagindo à tomada do poder pelos combatentes do grupo religioso Talibã.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O grupo armado rebelde assumiu o governo após a retirada das tropas norte-americanas que estavam há 20 anos em ocupação no Afeganistão.

O presidente do país, Ashraf Ghani, que tinha apoio e proteção das tropas dos EUA, fugiu do Afeganistão e o seu palácio já foi tomado pelos novos ocupantes.

A correspondente da CNN International no Afeganistão, Clarissa Ward. Foto: Reprodução/CNN

Clarissa Ward mostrou para o mundo por meio da CNN a situação da cidade, com muitos combatentes do Talibã exibindo suas armas em carros abertos. De acordo com a repórter, a população sai pouco às ruas para espiar o que está correndo e eventualmente tirar fotos com os combatentes. Não se veem mulheres nas ruas.

A repórter foi à frente da embaixada dos Estados Unidos na capital, que já foi esvaziada e ocupada pelos novos donos do poder.  Ao se aproximar para fazer entrevistas, eles avisam que ela tem de se posicionar separadamente deles, por ser mulher.

Clarissa Ward, apesar da situação, conseguiu colher alguns depoimentos dos populares e combatentes, que saúdam a nova condição do poder,  e ainda, falando ao microfone para ela, declaram morte aos Estados Unidos. A repórter percorreu a cidade com um cinegrafista.  

Nesta segunda-feira, foram exibidas pela CNN International e também outros canais cenas muito impactantes do aeroporto de Cabul, tomado pela população ávida por sair do Afeganistão. Em ato de desespero, muitas pessoas tentaram correr e se agarrar ao avião da força aérea dos Estados Unidos no momento da sua decolagem.

O trecho da reportagem de Clarissa Ward (totalmente em inglês) pode ser visto aqui .

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio