Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Audiovisual

Morto aos 58, diretor Breno Silveira deixa obras importantes na TV, cinema e streaming

Cineasta era um dos sócios da produtora Conspiração e morreu neste sábado em Pernambuco

Publicado em 14/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Diretor morto neste sábado, 14, aos 58 anos de idade, Breno Silveira foi responsável por produções importantes feitas para a televisão e para o streaming, além de sua aclamada contribuição para o cinema brasileiro.

Entre os trabalhos mais recentes do cineasta, está o seriado Dom, que estreou no Amazon Prime Video em 2021 e que já tem uma segunda temporada filmada, ainda sem data de estreia.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O trailer da nova temporada da série estrelada por Gabriel Leone e baseada em personagem verdadeiro pode ser conferido a seguir.

Ele também dirigiu o longa-metragem que deu origem ao seriado de quatro temporadas, Um Contra Todos (2016), para o canal Fox, da TV por assinatura.

A série é protagonizada pelo ator Júlio Andrade (o mesmo de Sob Pressão).

Silveira assina também a direção do filme Entre Irmãs (2017), com Marjorie Estiano e Nanda Costa, que virou minissérie na TV Globo.

Emília (Marjorie Estiano) e Luzia (Nanda Costa) em Entre Irmãs (divulgação)

Em televisão, o diretor participou ainda nos anos 2000 de produções do Casseta & Planeta.

Mas foram para o cinema seus sucessos mais marcantes.

O maior sucesso de bilheteria deles é Dois Filhos de Francisco (2005),  sobre a história da vida e família da dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano.

Breno Silveira em participação no programa Conversa com Bial, em 2017.

É dirigido por Breno Silveira ainda o filme sobre Gonzaguinha, Gonzaga – de pai para Filho (2012).

Breno Silveira iniciou sua carreira no cinema como diretor de fotografia, no filme Carlota Joaquina (lançado em 1995), de Carla Camurati.

Também dirigiu a fotografia de Eu Tu Eles (1999), de Andrucha Waddington.

Formado na Escola Louis Lumière de Paris, Silveira dirigiu ainda filmes de publicidade e videoclipes.

Seu primeiro documentário para televisão foi feito para o GNT, Mar sem Fim (2001), sobre o navegador Amyr Klink.  

O cineasta sofreu um infarto no set de filmagem de Dona Vitória, seu mais recente longa-metragem, protagonizado por Fernanda Montenegro.

A produção estava sendo rodada na cidade de Limoeiro, em Pernambuco.

Como um dos sócios da produtora Conspiração, o diretor foi responsável por grandes produções do cinema, televisão e streaming no Brasil.

Profissionais do audiovisual que atuaram com Silveira o classificavam como educado, gentil e nada estrela, uma pessoa muito agradável para se trabalhar junto.

Breno Silveira deixa esposa, Paula Fiuza, e duas filhas, Olívia e Valentina.

O corpo será velado no final de tarde deste domingo, 15, no MAM, no Rio de Janeiro.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....