Executiva que dirigiu Net e Sky deixa a TV Globo

Diretora-executiva de Estratégia e Tecnologia concluirá o programa Uma Só Globo em maio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo anunciou nesta terça-feira (2) algumas mudanças no seu quadro de executivos do primeiro escalão, com a saída da empresa de Rossana Fontenele, que ocupava a diretoria executiva de Estratégia e Tecnologia.

Ela ficará no grupo até o próximo mês de maio, quando conclui o trabalho que desempenhava à frente do programa Uma Só Globo, que integrou os negócios da empresa.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Trata-se de mais um movimento no processo de mudanças que a Globo tem passado, com a saída recente de vários nomes de seus quadros de gestores. Rossana, aos 53 anos, era uma das executivas de maior confiança da família Marinho, há mais de 20 anos representando os interesses dos sócios nas diversas empresas do Grupo.

Ela começou a carreira como administradora de empresas em 1992, na antiga operação de TV a cabo Multicanal. Depois, dirigiu a Net Rio de Janeiro e em 1999 foi escolhida para ocupar a presidência da operadora Sky – em todas estas empresas, a Globo tinha participação societária.

Na Sky, onde ficou até 2002, Rossana teve uma gestão muito bem-sucedida, marcada por um grande crescimento da base de assinantes. Na saída da Sky, cuja sede ficava em São Paulo, ela alegou motivos pessoais, pois queria voltar a residir no Rio de Janeiro.

Desde então, ela atuava junto a Jorge Nóbrega, atual presidente executivo da Globo, na gestão das empresas, tendo ingressado na TV Globo em 2013.

Raymundo Barros, novo Diretor de Tecnologia e Estratégia (Divulgação Globo/Renato Rocha Miranda)

No lugar de Rossana, quem assume é Raymundo Barros, que ocupava a diretoria de Tecnologia. De acordo com o comunicado oficial, foi a executiva que decidiu deixar a empresa para desenvolver projetos pessoais.

Quem assinou o comunicado distribuído internamente sobre as mudanças foi o próprio Jorge Nóbrega. Segue o comunicado:

Quero comunicar algumas mudanças importantes na nossa equipe executiva neste início de ano.

Rossana Fontenele, diretora-executiva de Estratégia e Tecnologia, deixará seu cargo para se dedicar exclusivamente à continuidade e conclusão do programa UMASÓGLOBO, saindo da empresa em maio de 2021. Raymundo Barros, diretor de Tecnologia, irá substituí-la.

Rossana construiu uma carreira bastante eclética na Globo, passando por vários negócios e áreas, sempre com enorme sucesso. Ingressou no Grupo Globo com a aquisição da Multicanal, conjunto de operações de cabo que formaram o embrião da então Globocabo, depois Net. A partir dessa experiência, foi designada CEO da Sky, empresa de televisão por satélite criada pela Globo, NewsCorp e Liberty Media. Foi, assim, uma das responsáveis por construir a nossa liderança no negócio de TV por assinatura. Em 2002, veio trabalhar comigo na então diretoria de Coordenação Estratégica do grupo, com a missão de ajudar a equacionar a difícil situação de liquidez financeira que enfrentávamos no início daquela década. Sob a liderança de Roberto Irineu Marinho, integrou a equipe que conseguiu uma renegociação modelar da nossa dívida, criando condições para que as então Organizações Globo voltassem a crescer. A partir de 2005, como diretora corporativa de Planejamento e Acompanhamento de Negócios, ajudou a forjar o modelo de gestão corporativa do conjunto das empresas Globo. Em 2012, com a indicação de Schroder para a direção-geral da TV Globo, Rossana assumiu a diretoria-geral de Planejamento e Gestão, coordenando a construção de uma visão estratégica para a TV aberta e implantando mudanças muito relevantes na sua operação, principalmente em tecnologia. Nesse período, foi responsável pelo lançamento do Globoplay, liderando Erick Brêtas e sua equipe nesse projeto que representa tão bem nossa trajetória de futuro. Em 2018, assumiu a liderança do programa UMASÓGLOBO e, em seguida, cumulativamente, a diretoria de Estratégia e Tecnologia, já na nova estrutura unificada, conduzindo nosso ambicioso processo de transformação – que está redefinindo os rumos, os produtos e os serviços e a cultura da Globo – baseado na união de nossas competências em conteúdo e tecnologia e tendo o consumidor no centro das nossas ações.

Quem conhece a Rossana sabe que ela sempre entregou mais do que se esperava. É uma executiva que atua com igual competência em todos os desafios da gestão, desde a formulação de estratégias até a execução e implementação cuidadosa, detalhada e eficiente. Líder de equipes e formadora de talentos, esteve envolvida em todas as questões vitais das empresas Globo nos últimos 20 anos. Deu uma contribuição sem igual na criação da empresa que somos hoje e da que queremos ser. Foi a executiva mais próxima que tive em todo o meu período de Globo, dividindo ideias, sonhos e celebrando resultados. Sem ela, teria sido bem mais difícil fazer o que fizemos até aqui.

Há vários anos, em todas as nossas conversas sobre sua carreira, Rossana vinha deixando claro seu plano de sair mais cedo de sua função executiva para desenvolver outros projetos pessoais. Assim, essa é uma decisão planejada de comum acordo há muito tempo. Ela ficará até maio, com a missão de concluir o programa UMASÓGLOBO e seus projetos, mas assegurando a continuidade do nosso processo de transformação como um movimento orgânico da empresa. Rossana sai, o programa formal e a colaboração da nossa parceira Accenture terminam, mas a transformação continua.

Para o lugar de Rossana, convidei Raymundo Barros, diretor de Tecnologia, que, a partir de amanhã, 3/2, acumulará a sua atual função com a de diretor de Estratégia e Tecnologia.

Raymundo construiu uma carreira brilhante conosco, de quase 40 anos. Ainda estudante, começou como técnico de manutenção na TV Globo em Recife. Já formado em engenharia eletrônica, se tornou gerente de Engenharia na TV Globo de Juiz de Fora e, mais adiante, diretor de Engenharia na TV Globo em Recife, assumindo, em 1995, a mesma função em São Paulo. Entre suas inúmeras entregas, destaco o projeto que nos transformou na primeira emissora de TV digital no Brasil. Em 2011, Raymundo se tornou diretor de Engenharia do Entretenimento da TV Globo e implantou a produção digital de dramaturgia em HD e 4K. Em 2014, recebeu o desafio de criar a área de Tecnologia da TV Globo, integrando Engenharia e Tecnologia da Informação. Desde o ano passado, é diretor de Tecnologia da Globo, reportando-se à Rossana. Nessa trajetória, Raymundo adquiriu um profundo conhecimento de todos os aspectos do nosso negócio, desenvolveu visões de futuro extremamente relevantes e ajudou a construir parcerias estratégicas essenciais.  Pelo seu histórico profissional de sucesso e pela sua grande capacidade de gestão, estou certo de que Raymundo dará continuidade, com brilhantismo, ao trabalho da Rossana.

Com esta mudança, a área de Parcerias Estratégicas de Distribuição, sob a liderança de Fernando Ramos, hoje respondendo à Rossana, passará a se reportar ao Manuel Belmar, líder de Finanças, Jurídico e Infraestrutura. Fernando ampliou sua esfera de atuação ao incorporar negociações com plataformas digitais e fabricantes de televisores, aumentando a abrangência de alcance de nossos produtos e serviços e os pontos de contato com os consumidores, dando suporte fundamental às áreas de negócio.

Com efeito imediato, Raymundo iniciará as discussões para o desenho de uma nova estrutura integrada de Tecnologia com Planejamento Estratégico, hub do Vale do Silício e a área de Parcerias e Ecossistemas, essa em processo de criação.

Agradeço a generosidade da Rossana por adiar projetos pessoais e aumentar seu prazo de permanência conosco para poder colaborar nessa tarefa tão essencial para a construção da Globo do futuro. Muito obrigado por isso e por tudo. Sentiremos muito sua falta.

Ao Raymundo, meus mais sinceros votos de sucesso na sua nova jornada”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio