Comercial do Super Bowl passa de 6 milhões de dólares

Grande final da NFL está marcada para 13 de fevereiro e anunciantes já garantiram os intervalos da partida

Publicado em 21/09/2021 04:52
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os efeitos de recessão na economia causados pela pandemia da Covid-19 já parecem ter ficado no passado nos Estados Unidos e os anunciantes já voltam a abrir os cofres para gastos em altos patrocínios. É o caso das reservas de espaço para a grande final da NFL, o Super Bowl.

Marcada para 13 de fevereiro e com transmissão pela rede NBC, a partida já tem quase todos os intervalos comerciais vendidos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A emissora anunciou que está vendendo um único intervalo de 30 segundos por mais de seis milhões de dólares, mais exatamente, por US$ 6,5 milhões (acima de R$ 35 milhões).

A partida é uma espécie de Final de Copa do Mundo nos Estados Unidos e os comerciais do Super Bowl costumam ser atrações em si, já que são superproduções.

Também, a competição é marcada por um grande show musical na metade do jogo.

Neste ano, a atração principal foi o cantor The Weeknd, em intervalo bancado pela Pepsi.

Em 2020, o show tinha sido duplo, com Shakira e Jennifer Lopez.

As cantoras Shakira e Jennifer Lopez em show duplo no Super Bowl 2020. Foto: Reprodução/YouTube

Ainda não foi anunciada qual será a atração musical do próximo ano.

A rede NBC foi a mesma que fez as transmissões das Olimpíadas de Tóquio para os Estados Unidos.

A Tokyo 2020 foi um fiasco de audiência para a rede, atingindo média de 15,5 milhões de telespectadores para a emissora.

Os motivos apontados para a fuga da audiência da Tokyo 2020 foram: os sucessivos adiamentos da data dos Jogos, a diferença de fuso horário com o Japão e também a desistência de muitos atletas dos EUA.

Um executivo da emissora NBC, Dan Lovinger, declarou à imprensa norte-americana que as vagas para anunciar no intervalo do Super Bowl estão praticamente esgotadas.

Rodízio entre as TVs

Nos Estados Unidos, não há exclusividade do jogo final do campeonato da NFL (a liga do futebol americano) na TV aberta e as redes de TV fazem um revezamento para a atração.

Assim, a cada ano, uma emissora diferente tem os direitos do Super Bowl.

Neste 2021, a partida ficou com a rede CBS, que faturou um total de US$ 545 milhões com as vendas de anúncios.

Por causa da crise econômica e política nos Estados Unidos na ocasião, muitos anunciantes ficaram de fora, como a Ford, por exemplo.

A audiência do jogo foi de 92 milhões de telespectadores.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio