Bolo publicitário cresce no semestre e TV aberta segue com a maior fatia

Meio continua líder com folga entre os veículos de comunicação, abocanhando 52,9% das verbas

Publicado em 12/09/2021 17:02
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Saiu o levantamento CENP-Meios referente ao bolo publicitário do primeiro semestre (de janeiro a junho) deste ano, que totalizou R$ 7,3 bilhões no mercado.

À TV aberta ainda corresponde mais da metade do volume, liderando os investimentos entre os meios de comunicação do País.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com 52,9% do total do mercado, o conjunto das empresas de televisão aberta faturou R$ 3,9 bilhões. No entanto, no mesmo período em 2020, o meio tinha abocanhado 55% de todo o bolo daquele período.

Já a TV por assinatura fica com 5,2%, ou R$ 384 milhões, ante uma participação que no ano passado foi de 5,7%. Somadas, a participação das TVs neste ano de 2021 chega a 58,1% do total. Veja o gráfico:

Fonte: Cenp-Meios – 1o. Semestre de 2021 (Jan-Jun)

O volume total do mercado publicitário nacional computado no primeiro semestre de 2021 é cerca de 28% acima do verificado no mesmo período do ano passado; no entanto, no período de 2020 a base de agências consultadas foi menor.

O levantamento de 2021 considera o volume movimentado por 234 agências de publicidade no Brasil todo.

Já o levantamento referente ao primeiro semestre de 2020 considerou então 219 agências.

O CENP – Conselho Executivo das Normas-Padrão é um sistema que totaliza dados referentes a compras de mídia realizadas e veiculadas por agências certificadas por ordem e conta de clientes-anunciantes.

Não são obtidos pelo sistema os dados reais negociados individualmente em cada negociação por empresas.

Internet

A internet, que vem ampliando a cada período seu peso nos gastos de publicidade dos anunciantes, ficou neste primeiro semestre com 28,2% do total, somando R$2 bilhões.

No mesmo período do ano passado, o meio tinha 22,% de participação.

Os dados de Internet são, desde 2019, subdivididos em: Internet-Busca (quando se tratar de veículos buscadores); Internet-Social (quando se tratar de redes sociais); Internet-Vídeo (quando se tratar de utilização de mensagens de vídeos); Internet-Áudio (quando se tratar de utilização de mensagens de áudio); Internet-Display e outros.

Outros meios

Assim, complementando o bolo do mercado publicitário no primeiro semestre de 2021: Jornal ficou com uma fatia de 1,9% (R$ 138 milhões), Mídia Exterior com 7,5% (R$ 552 milhões), Rádio com 3,9% (R$ 288 milhões) e Revista com 0,4% (R$ 31 milhões). Cinema ficou com 0%.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio