Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
VILÃO

Traição, passado sombrio e castração: Afinal, quem é Tenório em Pantanal?

Fazendeiro rival de José Leôncio tem muito a esconder, sobretudo em relação a Maria Marruá

Publicado em 19/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Tenório é um dos personagens da segunda fase de Pantanal que movimentarão ainda mais a história. Interpretado por Murilo Benício, ele é o grande vilão da trama.

Com passado misterioso que será mantido guardado a sete chaves o quanto conseguir, Tenório vai enfrentar de frente José Leôncio, interpretado por Marcos Palmeira nesta nova etapa.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“Apesar do humor que queremos implantar. Nada sempre é uma coisa só. Tenório dentro de tudo que ele tá errado, pra ele existe a versão dele, o sentimento e a verdade dele. Defendo ele criticando ele ao mesmo tempo. Espero que as pessoas olhem e se reconheçam entendendo… esse lado negativo“, ressaltou Murilo Benício sobre seu personagem na coletiva de Pantanal.

O ator se refere à má índole e ao caráter retrógrado que marcam a pessoa de Tenório. Do mesmo modo que ele não tem escrúpulos em relação aos negócios e às posses, não tem muito trato com quem é diferente.

Algo marcante em sua trajetória é a descoberta do público sobre sua relação do passado com Maria Marruá (Juliana Paes) e sua família quando viviam em Sarandi, no Paraná.

Tenório (Murilo Benício) e José Leôncio (Marcos Palmeira) em Pantanal

Tenório é um personagem atual

Na história, ele dá exemplo de ‘como ser’ machista, homofóbico, sexista e intolerante de diversas outras maneiras. Para Benício, Tenório não é alguém do passado, mas sim alguém que pode ser visto nas ruas atualmente.

“O Tenório é o que a gente é, mas com tintas muito fortes. Minha esperança é que a gente mostre esse tipo de homem que ainda existe ai. É um cara com valores completamente deturpados, seu caráter praticamente muda conforme a situação, conforme precisa… muito bronco, não teve oportunidade, não teve um pai e uma mãe pra abrir os caminhos pra ele”, afirma Murilo.

O ator ainda contextualiza a vida de Tenório em Pantanal. Lembrando que ele chega à região onde vive José Leôncio vindo do Paraná, justamente as terras onde viviam Maria Marruá (Juliana Paes) e Gil (Enrique Diaz).

Tenório (Murilo Benício) e Guta (Julia Dalavia) em Pantanal

“Se eu fosse defender o Tenório… diria que ele é um sobrevivente. Filho de boia fria, viu os pais morrerem num acidente de carro… ele estava na caçamba de um caminhão indo trabalhar no canavial. Uma realidade muito dura, tinha 13 anos de idade quando os pais morreram”, conta Benício.

Após uma infância difícil, Tenório adotou uma personalidade intragável. “Se tornou também uma pessoa muito bruta, com valores muito questionáveis. Um cara que antes de mais nada pensa em sobreviver. E as atitudes, antes de alcançar esse objetivo são irreais, pra gente que assiste de fora… é interessante… por que existe bastante [homem assim]“, finaliza o ator.

Alcides (Juliano Cazarré) e Maria Bruaca (Isabel Teixeira) de Pantanal

Vilão com duas famílias

Tenório entrou em Pantanal apresentando sua família, digamos, oficial. Ele é casado com Maria Bruaca (Isabel Teixeira), com quem tem uma filha, Guta (Julia Dalavia).

Machista, conservador nas tradições e nos costumes, ele chega à região vindo do Paraná, curiosamente da mesma área onde morava Maria Marruá (Juliana Paes). Aliás, isso já é um indício que de Tenório tem um passado que envolve a mulher-onça, que será revelado ao longo da trama. Isso afetará até mesmo Juma (Alanis Guillen).

Por todo o seu jeito bronco e reacionário, ninguém poderia imaginar que Tenório mantém uma segunda família em São Paulo. Na grande cidade moram sua esposa ‘amante’ Zuleica (Aline Borges) e seus três filhos fora do casamento, Marcelo (Lucas Leto), Roberto (Caue Campos) e Renato (Gabriel Santana).

Ainda esta semana Guta revela ao pai que sabe da existência dessa outra família. Ela afirmará que conheceu Marcelo, um dos filhos dele em São Paulo e soube a verdade vendo o documento de identidade do rapaz.

Mais para a frente, Maria Bruaca descobrirá a traição do marido e resolverá se envolver com Alcides (Juliano Cazarré), capanga de Tenório. Os dois se apaixonarão e o destino do peão deve ser tenebroso, se o remake copiar o que aconteceu em 1990: Tenório decepa o órgão sexual do amante.

Tenório (Murilo Benício) e Zuleica (Aline Borges) com seus três filhos Marcelo (Lucas Leto), Roberto (Caue Campos) e Renato (Gabriel Santana) em Pantanal

Seu passado tem a ver com Maria Marruá

Como Tenório chegou ao Pantanal vindo da mesma região que a família de Maria Marruá anos atrás, Sarandi, no Paraná, o público já começa a desconfiar de que tenha algo a ver com tudo o que houve com a mulher-onça.

Em cenas posteriores, o vilão deve dar com a língua nos dentes e contar sobre o golpe que deu em Gil (Enríque Diaz) e Maria. Afinal, era ele o homem que vendeu as terras paranaenses para a pobre família.

No entanto, os documentos da venda não indicavam que eles eram agora os proprietários, sendo assim, aconteceu toda a tragédia em sequência: reintegração; morte de Chico (Túlio Starling); vingança de Gil, matando o real dono das terras, morte de Gil a mando da esposa do homem morto; e 20 anos depois, a chegada de Muda (Bella Campos).

Entenda tudo o que acontece em matéria do colunista Fábio Augusto.

Tenório (Murilo Benício) e Maria Marruá (Juliana Paes) em Pantanal

Leia outros textos desta colunista.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....