desfecho

Tragédia marcou época: Veja como o senador Caixas morre em O Rei do Gado

Político honesto sofre atentado ao lado de Regino

Publicado em 15/05/2023

Como morre o senador Caxias em O Rei do Gado? O personagem interpretado por Carlos Vereza sofre um terrível atentado na novela exibida originalmente entre 1996 e 1997.

No decorrer da história de O Rei do Gado acontece uma tragédia com o senador Caxias. A cena em questão mostra o político caminhando ao lado de Regino (Jackson Antunes), Lupércio (Adenor de Souza), Formiga (Cosme dos Santos) e Fulgêncio.

Entretanto, ainda não se sabe se esta sequência deverá ser cortada da atual reprise. Isso porque a Justiça reclassificou a novela como proibida para menores de 14 anos. Talvez a trama precise de uma reformulação em cenas violentas.

Carlos Vereza como senador Caxias em O Rei do Gado
Carlos Vereza como senador Caxias em O Rei do Gado

Como é a cena da morte do senador Caxias

Caxias afirma aos militantes sem-terra que o projeto de lei do qual é relator deve entrar em vigor e certamente mudará a realidade de quem luta por um pedaço de terra no Brasil.

Com muita certeza, ele tranquiliza Regino sobre a aprovação da lei e pelo cumprimento dela pela Justiça. “Eu aposto a minha vida nisso. Eu aposto a minha própria vida nisso amigo Regino. Eu aposto nisso… A minha própria vida Regino. A minha própria vida!”, exclama Caxias.

Logo após essa afirmativa efusiva, tiros são disparados no local. A priori, o telespectador imagina que Regino foi baleado. Mais adiante é possível ver que o senador está todo ensanguentado pelo tiro que levou. Caxias morre no local.

Cenas da morte do senador Caxias (Carlos Vereza) em O Rei do Gado
Cenas da morte do senador Caxias (Carlos Vereza) em O Rei do Gado

Velório com políticos famosos

A morte do senador Roberto Caxias traz também algumas curiosidades das gravações. Uma delas é que o ator Carlos Vereza dormiu profundamente ao fazer a cena do velório de seu personagem. Enquanto rolava a sequência triste na história, ele tirava um cochilo dentro do caixão.

Além disso, o velório contou com a curiosa participação de Eduardo Suplicy, um dos nomes mais conhecidos da política brasileira.

Este ano Suplicy encerra mais um mandato como vereador da cidade de São Paulo e em 2023 assumirá o cargo de deputado estadual. O ex-marido de Marta Suplicy foi o mais votado entre os candidatos nessas eleições. As cenas do velório certamente não serão cortadas.

Bruno Mezenga (Antônio Fagundes), Eduardo Suplicy e cena de velório em Rei do Gado
Bruno Mezenga (Antônio Fagundes), Eduardo Suplicy e cena de velório em Rei do Gado

Em O Rei do Gado, Eduardo Suplicy aparece justamente na sequência que mostra o velório do senador Caxias, que está sendo velado pelo próprio “rei do Gado” Bruno Mezenga, papel de Antonio Fagundes.

Interpretando ele mesmo, o político de carreira e pai de Supla surge no local aparentemente triste pela morte do ‘colega’.

Além dele, Benedita da Silva, que à época também era senadora. Agora ela exerce o cargo de deputada estadual pelo Rio de Janeiro.

“Em 1997, fui convidado a participar da novela O Rei do Gado, atuando como eu mesmo no velório do senador Roberto Caxias. Tive a honra de contracenar com o grande ator Antônio Fagundes. O que vocês acharam?”, perguntou Suplicy em sua conta do Twitter ao relembrar as cenas.

Além dele, outra referência da política da época participou das gravações do velório do senador Caxias.