Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
TRISTE PERDA

Relembre o ator de Carinha de Anjo que morreu de forma trágica

Entenda o que causou o falecimento de Luiz Carlos Araújo aos 42 anos de idade

Publicado em 02/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Carinha de Anjo está sendo reprisada no SBT pela primeira vez após sua exibição original, que ocorreu entre 2016 e 2018. Com uma história infantil comovente, a trama tem conseguido repetir parte do sucesso que obteve antes.

O que muitos dos telespectadores da novela não sabem é que o elenco sofreu uma perda em 2021. O ator Luiz Carlos Araújo foi encontrado morto no mês de setembro do ano passado em seu apartamento.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Para quem não se lembra, Luiz Carlos interpretava em Carinha de Anjo o caminhoneiro Valter, irmão de Diana, vivida pela atriz Camila Camargo.

Tragédia demorou a ser desvendada

Como o ator foi encontrado já sem vida em sua própria residência, a polícia precisou fazer uma investigação para descobrir a real causa da morte.

Em um primeiro momento, os investigadores trabalharam com as hipóteses de homicídio ou suicídio. O corpo foi achado, segundo os policiais, após mais de 48 horas do momento do falecimento.

Contudo, depois da averiguação feita pelo Instituto Médico Legal (IML), foi constatado que Luiz Carlos Araújo faleceu após um acidente que lhe causou uma asfixia.

Diana (Camila Camargo) e Valter (Luiz Carlos Araújo) em Carinha de Anjo ator faleceu em setembro de 2021 (Reprodução SBT)

Vale dizer que o artista foi encontrado caído com um saco cobrindo toda a sua cabeça. Tal ação, cometida por ele mesmo, teria gerado a falta de oxigênio, conforme explica o documento do IML. Veja:

“Consta da ocorrência que a vítima foi encontrada com um saco preto na cabeça, prática essa conhecia em Literatura Médica como re-respiração, usada com certa frequência para aliviar a respiração rápida e descontrolada em situações de ansiedade e em muitas práticas de asfixiofilia/parafilias, com o intuito de aumentar o teor de dióxido de carbono e diminuir o teor de oxigênio, variações estas que causam vasodilatação ou vasoconstrição de vasos extra e endocranianos”.

Ator Luiz Carlos Araújo (Foto: Reprodução/Instagram)

O laudo oficial ainda apontou que o ator de Carinha de Anjo apresentava, no momento da morte, substâncias químicas circulando em seu organismo. No documento consta que o uso de drogas juntamente com o ato de asfixia contribuiu para uma morte mais rápida.

A associação de antidepressivos, cocaína e álcool, com consequente rebaixamento do nível de consciência, associada ao confinamento foram as causas da morte acidental”, conclui o laudo.

Segundo Roberto Monteiro, delegado responsável pelo caso trágico, afirmou que o namorado do ator prestou esclarecimentos à Polícia Civil e foi liberado em seguida.

Carreira

Além de Carinha de Anjo, no SBT, Luiz Carlos Araújo tinha uma carreira estabelecida no teatro, sobretudo em musicais.

Ele compôs o elenco de peças como Dois Filhos de Francisco, Lisbela e o Prisioneiro, O Primo Basílio e Garota Glamour.

Na Globo, ele participou da minissérie Dalva e Herivelto – Uma Canção de Amor (2010).

Leia outros textos desta colunista.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....