Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
seria diferente

Pedro II assassino de Tonico? Final de Nos Tempos do Imperador deve surpreender

Novela das seis termina nesta sexta-feira, dia 4 de fevereiro

Publicado em 03/02/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O final de Nos Tempos do Imperador gira em torno de mistério: quem matou Tonico Rocha? O vilão interpretado por Alexandre Nero apareceu morto e o assassino deve ser descoberto entre o capítulo de hoje e o desta sexta-feira (3).

Desde que o dono do jornal O Berro foi encontrado supostamente sem vida na beira da praia, a trama já mostrou algumas pistas de quem poderia ser.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Mas seriam pistas reais? Afinal, existem diversas possibilidades, entre elas Lota (Paula Cohen), que está devastada pela morte de Bernardo (Gabriel Fuentes) e queria se vingar a todo o custo de Tonico, o responsável por enviar seu filho à guerra.

Outra movimentação na história indica que poderia ser Dolores (Daphne Bozaski), a esposa de ‘papel passado’ de Tonico e que sofreu muito nas mãos dele. Ou então Nélio (João Pedro Zappa), o grande amor da irmã de Pilar (Gabriela Medvedovski), que só não foi morto pelo vilão por força do destino – e pela ajuda de uma bendita árvore.

Tonico (Alexandre Nero) morto em Nos Tempos do Imperador

Dom Pedro II: um assassino?

O que muita gente não tem levado em conta é que Thereza Falcão e Alessandro Marson, autores de Nos Tempos do Imperador, usaram a licença poética do começo ao fim em sua história.

Dito isso, seria uma cartada ‘esperta’ deixar a culpa pela morte do antagonista nas mãos de ninguém menos de que Dom Pedro II, aquele que deveria ter sido o protagonista mor de tal novela, mas acabou não ‘desengatando’.

Vale dizer que o enredo que se manteve mais sisudo e sem muita inovação foi o de Dom Pedro II. De acordo com os próprios escritores, o Imperador foi o personagem mais difícil de ser retratado.

Em entrevista, os dois disseram que o intuito era mostrar o lado de Pedro II mais sensível: amante da natureza, que despreza armas, tem paixão pela ciência, educação e cultura. Mas o resultado não foi muito positivo perante o público do folhetim.

A calmaria e passividade do monarca chegou a ‘dar sono’ em alguns muitos telespectadores. Pela personalidade da figura de Pedro II retratada pela História, ele era mesmo desse modo. Portanto, a atuação de Selton Mello não seria a total responsável por ‘amornar’ o personagem.

Por um lado, transformar Pedro II em um assassino, retirando toda a benevolência verdadeira narrada pelos livros, seria bem provocador. Por outro, ao matar Tonico, o Imperador de ‘Nos Tempos’ teria um final bem mais vibrante e que realmente surpreenderia os fãs de telenovelas.

Leia também: Assassina de Tonico? Lota ganha fim inesperado em Nos Tempos do Imperador

Tonico e Dom Pedro II em Nos Tempos do Imperador
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....