Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
NOVELA DAS 21H

Maria Marruá morre em Pantanal, criminosa se safa e vive o luto com Juma

Vilã passa a viver no pantanal ao lado da filha da mulher que mandou matar

Publicado em 14/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Maria Marruá (Juliana Paes) morre em Pantanal em cenas que vão ao ar nesta quinta-feira (14). A responsável por sua morte é Maria Rute (Bella Campos), que ganha o nome de Muda.

Para quem não se lembra, essa é a filha do homem assassinado por Gil (Enrique Diaz) no Paraná nos primeiros episódios da novela. Maria Rute promete vingança pela morte do pai e não arreda o pé do pantanal até ver a esposa do assassino também morta.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Sem falar uma palavra sequer, Maria Rute começa a ser chamada de Muda por Maria Marruá e Juma Marruá, que a acolhem na simples tapera sem pedir nada em troca.

Vale lembrar que Muda chega à região acompanhada do jagunço Lúcio (Erom Cordeiro), que não tem muita certeza de que está fazendo o certo e tenta convencer a moça de ir embora. Ele chega a ir embora, mas retorna para concluir o trabalho.

Lúcio (Erom Cordeiro) e Muda (Bella Campos) em Pantanal

A morte de Maria Marruá

Como nem tudo são flores, mesmo com Muda prestes a mudar de ideia, Lúcio, o jagunço, aparece na beira do rio onde Maria Marruá está e aponta a arma para ela. A viúva se transforma em onça, ataca o inimigo, mas perde a luta e acaba morta com um tiro.

No momento da morte da mãe, Juma Marruá sofre de uma dor incalculável e nem imagina que Lúcio pode ter relação com sua nova amiga Muda. O jagunço, aliás, é morto pelo Velho do Rio (Osmar Prado).

Passa-se o tempo e Muda percebe que está se apegando sobretudo a Juma.

Acredito muito que o afeto da Juma mexe muito com a Muda. É a grande virada desse florescimento. Sempre falo que a Muda vai florescer no decorrer da história“, explica Bella Campos, a atriz que dá vida a Muda.

Maria Marruá (Juliana Paes ) e Juma (Allanis Guillen) de Pantanal

Muda convive com o segredo e engana Juma

Triste pela perda, Juma se aproxima ainda mais de Muda, que também começa a se afeiçoar pela dona da casa. A farsa da paranaense dura muito tempo até ela desistir de se vingar completamente.

Na reta final, a personagem misteriosa confessa quem não é muda de verdade e esclarece sua história de vida para Juma.

Segundo Bella Campos, Muda é uma mulher que nunca conseguiu enxergar afeto. “Sofreu um trauma grande com quatro anos, a morte do pai, e vê a mãe se degenerando, por que sofre muito. Cresce com sentimento de tristeza, vingança, raiva, não tem outras pessoas da família. Quando chega no pantanal rola a identificação com a Juma, que acolhe ela de graça”, justifica a atriz.

No decorrer da trama, Muda se torna uma moradora de fato da região e até se apaixona por Tibério (Guito), um dos novos peões de José Leôncio (Marcos Palmeira).

Juma (Alanis Guillen) e Muda (Bella Campos) na novela Pantanal

Vale lembrar que em 1990, na versão original de Pantanal, Muda foi interpretada pela atriz Andréa Richa.

Leia outros textos desta colunista.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....