Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
JOVEM ATRIZ

Juma de Pantanal, Alanis Guillen abre o jogo sobre cenas de nudez, bissexualidade e assédio

Aos 23 anos, a artista está protagonizando a sua segunda novela da carreira

Publicado em 18/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Alanis Guillen está fazendo o maior sucesso como Juma em Pantanal. Aos 23 anos, a atriz pegou o bastão de Cristiana Oliveira, que interpretou a personagem na versão de 1990, e está surpreendendo.

Na novela, Juma é uma moça que vira onça, seguindo uma lenda regional, mas além disso, é exemplo de força e independência feminina.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Alanis Guillen é a Juma no remake de Pantanal

Em entrevista à revista Glamour, Alanis abriu o jogo sobre o empoderamento da mulher de hoje.

“A gente está nessa busca de cada vez mais entender e lutar por nosso lugar no mundo. No passado, muitas mulheres lutaram pra gente estar aqui, sendo o que somos hoje, habitando os espaços que habitamos. Mas tenho percebido as mulheres buscando a si mesmas, esse lugar de amor próprio, do se amar, do se entender, do se respeitar, entendendo seus limites”, explana a artista.

Quando perguntada se já foi vítima de assédio, Alanis Guillen é categórica ao fazer uma reflexão sobre o que é esse tipo de violência.

“O assédio existe das formas mais bem estruturadas e veladas. Então dizer que eu não sofri assédio é uma grande mentira. Acho que toda mulher sofreu, sofre e infelizmente sofrerá. O feminismo está aí pra gente lutar para que o respeito prevaleça”, explica.

Juma (Alanis Guillen) em Pantanal

Sexualidade e cenas de nudez em Pantanal

Em outras entrevistas, Alanis Guillen afirmou ser bissexual, algo que ganhou bastante repercussão na mídia. Na conversa com a Glamour, a intérprete de Juma falou sobre a importância de se falar isso publicamente.

“De novo vai para o lugar de como eu respeito muito meu corpo, meus sentimentos, meus desejos. Sou muito sincera comigo e com as pessoas com quem me relaciono. Eu me interesso pela troca, pelos diálogos. O corpo é uma matéria: eu vou para alma. Entendo minha sexualidade como fluída. Eu me relaciono com pessoas com quem me conecto e que fazem sentido. E o relacionar-se com o outro é um espelho, é uma descoberta”, pontua a atriz.

Recentemente, Alanis foi apontada como o novo amor de Jesuíta Barbosa, o ator que vive Joventino em Pantanal, seu par romântico no folhetim. Eles teriam se aproximado nos bastidores no começo do ano. No entanto, nenhum dos dois confirma a notícia.

Juma (Alanis Guillen) e Jove (Jesuita Barbosa) de Pantanal

Já sobre as diversas cenas de nudez que compõem a história de Juma em Pantanal, a jovem atriz revela que lida com naturalidade por conta da raiz da personagem.

“Em comparação ao primeiro “Pantanal”, tem muito menos exposição. A minha relação com isso é tranquila. Estou ali pela Juma e a Juma não tem medo do corpo dela. Ela não vê essa malícia que a gente coloca. A socialização dela é com os bichos livres, a natureza. Ela sente a água bater no corpo inteiro, o sol. E eu também trago um pouco disso. Sou muito sensorial”, finaliza.

Leia outros textos desta colunista.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....