Jogo famoso levou professor à pergunta de 1 milhão no Domingão

Participante foi o primeiro a chegar na última questão do quadro

Publicado em 29/12/2021 19:24
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rafael Cunha, de 42 anos, foi o primeiro participante do Quem Quer Ser um Milionário? a chegar na fatídica pergunta de 1 milhão de reais. Apesar de ter optado por parar o game, o professor de redação levou para casa uma bolada: R$ 500 mil.

Quem visa participar de quadros assim, como este que compõe o Domingão com Huck, ou o próprio Show do Milhão, do SBT, está sempre em busca de estratégias para se preparar. No caso de Rafael, um método criativo foi o que o ajudou. Trata-se do nostálgico jogo Master, um clássico dos anos 90.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Quando eu percebi que tinha chances de participar, pela série de entrevistas que eu fiz, eu peguei aquele jogo ‘Master’, que era da década de 1990, e comecei a olhar todas as cartinhas, tentando responder“, contou o educador em entrevista ao Splash.

Ele afirma que o jogo só não o auxiliou em questões dos anos 2000 para cá. “Claro que eu não sabia muitas, mas outras foram boas para relembrar. Como era da década de 1990, tinham perguntas bem antigas, de conhecimento mais recente não havia nada, mas foi a única ‘preparação’ que eu fiz“, explica ele.

Apesar de ter feito muito sucesso há 20 anos, o jogo Master continua sendo produzido pela Grow. Agora, fatalmente, ele apresenta perguntas e respostas mais atuais, então quem se interessa pela proposta pode se divertir e aprender bastante com a versão.

Educação como missão

No quadro liderado por Luciano Huck, Cunha não quis responder a questão “qual foi qual era a origem do nome Bluetooth” e se contentou com o prêmio de meio milhão.

“Desde o início, quando me perguntavam por que eu tinha me inscrito, eu falei: ‘Claro que o prêmio é super importante, mas acima de tudo eu quero jogar e quero tentar ir o mais longe possível’. Sempre fui focado na missão de ir o mais longe possível”, pontuou.

Segundo Rafael, que é presidente do Descomplica, plataforma de ensino para vestibulandos e concurseiros, daqui para a frente quer seguir atuando com educação.

Eu acredito muito na educação, a educação é transformadora, a educação conduz pessoas a um patamar superior e eu sempre acreditei nisso. Entendo que isso faz parte da minha missão, e quanto mais eu puder não só ajudar a educar as pessoas, mas também inspirá-las nesse sentido, mais eu tenho certeza de que estou cumprindo uma missão. Sem querer ser clichê, mas já sendo, talvez esse seja meu propósito“, declarou.

Aliás, uma curiosidade revelada enquanto Rafael Cunha participava do Quem Quer Ser um Milionário?, foi que Tatá Werneck foi uma das alunas dele. “Nossa! Meu professor tá a duas perguntas do milhão! Ele sempre foi excelente professor. Mesmo eu sendo péssima aluna”, escreveu a humorista em seu Twitter.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio