saudosos

Idosos de Mulheres Apaixonadas: O que aconteceu com Oswaldo Louzada e Carmen Silva?

A enorme repercussão dos personagens fez o Senado correr para aprovar o Estatuto do Idoso

Publicado em 07/06/2023

Oswaldo Louzada e Carmem Silva (ou Carmen Silva) interpretam Leopoldo e Flora em Mulheres Apaixonadas, novela que está de volta ao Vale a Pena Ver de Novo na Globo.

A trama envolvendo o casal de idosos emocionou o Brasil na primeira vez que foi ao ar, em 2003, bem como em suas reprises. Pais de Carlão (Marcos Caruso), os dois sofrem maus tratos por parte da neta Dóris (Regiane Alves), causando indignação tanto em quem está à volta na história quanto nos telespectadores.

A repercussão das cenas que envolviam Leopoldo e Flora foi tão grande, que à época da exibição original houve uma enorme pressão para que o Senado Federal aprovasse o Estatuto do Idoso. Em algumas comissões especiais Oswaldo Louzada e Carmem Silva, assim como Regiane Alves e Daniel Zettel (que interpreta o neto amoroso dos idosos), estiveram presentes.

Oswaldo Louzada e Carmem Silva são Leopoldo e Flora em Mulheres Apaixonadas
Oswaldo Louzada e Carmem Silva são Leopoldo e Flora em Mulheres Apaixonadas

Oswaldo Louzada, o Leopoldo de Mulheres Apaixonadas

Conhecido como Louzadinha, Oswaldo Louzada estreou na TV em 1956 na Tupi, mas antes disso já tinha uma carreira extensa no teatro e em radionovelas.

Contemporâneo de Mário Lago e Paulo Gracindo, Louzada atuou em grandes novelas e minisséries, como Estúpido Cupido, Locomotivas, a primeira versão de Cabocla, Brilhante, Final Feliz, O Tempo e o Vento, O Primo Basílio, Desejo, Vamp, Uga Uga e O Quinto dos Infernos.

Mulheres Apaixonadas foi a última novela de fato em que Oswaldo Louzada esteve e conseguiu emocionar a todos com sua sobriedade interpretando Leopoldo aos 93 anos.

Após a trama ele esteve em Zorra Total e Sob Nova Direção, em 2005. Três anos depois, em 2008, Louzadinha morreu de falência múltipla dos órgãos.

Oswaldo Louzada em Estúpido Cupido, em 1976
Oswaldo Louzada em Estúpido Cupido, em 1976

Carmem Silva, a Flora de Mulheres Apaixonadas

Natural de Pelotas, no Rio Grande do Sul, Carmen Silva estreou como atriz ainda nos cinemas, em 1935. Depois de quatro anos começou a atuar em teatro. Em 1956 a intérprete de Flora em Mulheres Apaixonadas apareceu pela primeira vez na televisão no programa Grande Teatro Tupi.

Na TV ela compôs o elenco em diversas novelas, como Pigmaleão 70, Os Ossos do Barão, a primeira versão de A Viagem, Locomotivas e Baila Comigo.

Antes de fazer a avó de Dóris no atual título de Vale a Pena Ver de Novo Carmen Silva estava há 11 anos sem fazer uma novela. Após Mulheres Apaixonadas a artista fez Zorra Total e A Diarista, seu último trabalho da carreira.

Carmem Silva faleceu em abril de 2008, mesmo ano que Oswaldo Louzada, de falência múltipla de órgãos.

Carmem Silva na novela Os Ossos do Barão, de 1973
Carmem Silva na novela Os Ossos do Barão, de 1973

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade