Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
ATLETA

Como Fernando Fernandes ficou paraplégico? Conheça o apresentador do No Limite

Ex-BBB se tornou esportista e é consagrado Tetracampeão Mundial de Paracanoagem

Publicado em 03/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Fernando Fernandes é o novo apresentador do No Limite, reality show que estreia na noite desta terça-feira (3) na Globo. Para quem não se lembra, ele participou da segunda edição do Big Brother Brasil.

Sim, Fernando esteve no BBB 2, que foi exibido em 2002. Modelo, ele conquistou ainda mais trabalhos por conta de sua participação no reality show.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Seis anos depois, porém, o hoje comunicador sofreu um grave acidente de carro. O veículo onde ele estava bateu em um poste na esquina da Avenida República do Líbano, zona sul de São Paulo, na madrugada do dia 4 de julho de 2009.

Fernando Fernandes em 2002, quando participou do BBB 2

Sequelas do acidente

Resgatado do acidente, Fernando Fernandes foi internado no Hospital São Paulo e enfrentou uma bateria de exames, além de uma complexa cirurgia na coluna para “descompressão da medula e fixação da coluna.

Ele teve duas vértebras quebradas, mas de acordo com os médicos, sua medula não se rompeu, o que carregou Fernando, parentes e amigos de esperanças, pois havia uma chance dos movimentos das pernas serem recuperados.

No entanto, o reestabelecimento do ex-BBB não foi total e acabou ficando paraplégico. E isso não foi nenhum impedimento para Fernando manter sua rotina de exercícios. Ou melhor, não foi impedimento para nada. Ele investiu na carreira de atleta paralímpico.

Fernando Fernandes em competição de paracanoagem

Tetracampeão Mundial

A partir daí, Fernando Fernandes, que trabalhava como modelo antes do acidente, começou a trilhar um caminho de superação.

Já com o esporte correndo no sangue, pois tinha sido jogador de futebol profissional e boxeador amador, Fernando partiu para se dedicar ao universo Paralímpico.

Extremamente obstinado e talentoso, optou pela Paracanoagem, modalidade na qual se consagrou Tetracampeão Mundial (2009, 2010, 2011 e 2012), Tricampeão Panamericano, Tetracampeão Sul-americano e Tetracampeão Brasileiro.

Fernando Fernandes em 2010, quando foi campeão de Paracanoagem

Bastante influente no meio, o atleta começou a ser requisitado pela Globo para comentar os Jogos Paralímpicos e ainda ganhou quadros no Esporte Espetacular. Ele também já comandou programas no canal Off, na TV fechada. Está aí outro ponto positivo para sua chegada no reality: a experiência com as câmeras.

Em No Limite, Fernandes simbolizará a força e a resistência necessárias aos participantes que sonham em chegar até o final. Além claro de dar voz, na TV aberta, à representatividade de pessoas com deficiência, que ficam sempre à margem midiática.

De todo o modo, o novo apresentador terá o grande desafio de levantar a audiência e entrar de cabeça na experiência proposta pelo No Limite. De acordo com o que podemos ver nas redes sociais, o público já tem altas expectativas sobre sua atuação.

Fernando Fernandes, apresentador do No Limite, e a namorada Laís Oliveira

Representatividade

Sobre a representatividade de estar liderando um programa na TV aberta sendo cadeirante, Fernando Fernandes diz ser “fundamental e necessária”. Porém, o apresentador faz questão de tratar tudo com naturalidade e diz que o convocaram para o projeto por sua competência.

“Se eu tô aqui a cadeira de rodas não é a razão. É pelo atleta que sou, pela pessoa que sou, e como lido com a cadeira de rodas. Isso foi importante para conquistar esse espaço. Quando um cadeirante assume uma posição com responsabilidade tão grande, é pra mostrar como [esse público] é esquecido, colocado em segundo plano… Fala-se muito pouco da pessoa com deficiência“, expôs Fernando.

Quando a gente fala de inclusão social, é quando a gente ocupa espaços onde geralmente não estamos… A gente [no No Limite] tá lidando de forma natural por que eu lido de forma natural, para ser desmistificado, para que seja visto com outros olhos. Muita gente liga a pessoa com deficiência a incapacidade, a invalidez. Com certeza esse é o momento de muita importância pelo que a gente vai realizar“, pontuou o comunicador.

Leia também: No Limite: Fernando Fernandes celebra a representatividade da pessoa com deficiência na TV

Confira outros textos desta colunista.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....