Segunda chance

Ator preso por tráfico de drogas sonha em voltar para TV: “Minha recuperação está quase pronta”

Patrick Levy, tem 45 anos e cresceu vendo o sucesso do pai

Publicado em 06/02/2023

O ator ficou preso desde meados da década de 90 e desde cedo mostrou seu talento em novelas como Éramos Seis e ainda participou do programa TV Fofão, na Band. Seu pai era o talentoso ator Felipe Levy, falecido em 2008 e que viveu um grande desgosto com a dependência do filho. 

Patrick Levy, tem 45 anos e cresceu vendo o sucesso do pai, diversos humorísticos marcaram a história da televisão brasileira, como Os Trapalhões, Chico Anysio Show, Viva o Gordo e A Praça é Nossa. Aos cinco anos de idade, Patrick mostrou ter um talento precoce. Seus dois últimos trabalhos antes do envolvimento com drogas foram nas novelas As Pupilas do Senhor Reitor (1994) e Sangue do Meu Sangue (1995).

“Tive o primeiro contato com drogas na adolescência, na escola. Comecei com a maconha e fui para cocaína. Acabava tendo que traficar para conseguir dinheiro para comprar, porque não tinha coragem de pedir para o meu pai”, contou o ator para IstoÉ, em 2019. Na prisão desde 2017, Patrick vem cumprindo pena por tráfico de drogas em regime fechado na Penitenciária Adriano Marrey, em Guarulhos, na Grande São Paulo. No entanto, o artista revelou que ainda sonha em poder voltar a atuar.

“Não é porque estou preso que esse sonho saiu de dentro de mim. É algo que pretendo continuar a partir de então, porque creio que a minha recuperação está quase pronta”, contou o artista para o Estadão em 2019.

Patrick Levy deixou a cadeia em 19 de novembro de 2021, e agora encontra-se em tratamento seríssimo de abstinência e totalmente sem contato com qualquer substância alucinógena, inclusive o álcool. Esta coluna deseja total recuperação do ator e que seus sonhos continuem vivos.

Fique por dentro de tudo que está acontecendo no mundo dos famosos e dos realities, acessando meu canal no YouTube:  https://www.youtube.com/channel/UCjZmgeVcJ7O0ZUgCixqgGQA

Felipe Levy

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade