Tadeu Schmidt no BBB e a ignorância da bolha midiática

Jornalista terá missão de segurar a respeitabilidade do reality conquistada por Bial e Leifert

Publicado em 06/10/2021 17:19
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nome certo para assumir a próxima temporada do BBB, o jornalista Tadeu Schmidt, bem como seu antecessor na mesma atração, enfrentará um período complexo e cruel das redes sociais: o radicalismo e a ignorância midiática. Uma questão que exigirá sangue frio, foco e profissionalismo para lidar com análises pífias de pseudos críticos da internet e opiniões diversas e até preconceituosas de um público pequeno que permeia páginas na internet.

Tadeu deixará o Fantástico após quase 8 anos no comando para se aventurar pela primeira vez no entretenimento, um risco que certamente ele assume com pretensa objetividade e entusiasmo. Um momento mais que especial para ele, que desempenhou de maneira respeitável seu papel no jornalismo esportivo e no hard news.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E o público, goste ou não, terá a oportunidade de mais essa oxigenação no BBB, um programa validado de imprevistos e transformações, e que se consagrou campeão de audiência e “mania nacional” ao longo de 16 anos com Pedro Bial e seu olhar jornalístico, um nome tarimbado que segurou no laço tantos participantes e as inúmeras problemáticas do programa.

Já saída por cima de Tiago Leifert, embora cause estranhamento, não configura em qualquer hipótese uma perda. Ele trouxe graça e leveza, mas o BBB pode sim caminhar muito bem apenas pelo fio jogo, e Leifert sabe bem disso. Colecionador de grandes momentos ali, o apresentador agora abre espaço para Tadeu e cabe a nós aceitar e recebê-lo da melhor maneira, mesmo que isso pareça inusitado.

Interessante entender a visão que a Globo tem sobre um dos seus produtos de maior importância e faturamento no ano. Um projeto que em outras emissoras poderia ser entregue a alguém do entretenimento, neste caso coube a jornalistas a função de apresentá-lo e analisar junto ao público o comportamento de pessoas comuns em confinamento numa casa cheia de câmeras.

O BBB, desde a polarização digital, por se tratar de um programa que mobiliza as expectativas do púbico, também virou um atração com torcidas organizadas e também mediada por pessoas que assistem apenas para falar mal ou ter o que comentar. E Tadeu Schmidt, bem como Bial e Leifert, tem tudo para manter a respeitabilidade que o reality precisa. É aguardar!

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio